jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

MPF instaura inquérito contra atrasos nas perícias feitas pelo INSS

por Luiz Ramires
19 de novembro de 2017
O procurador José Rubens Plates lembrou que a área mais sensível da Previdência está sendo deixada de lado por ineficiência administrativa
A demora nas perícias médicas do INSS na região levou o Ministério Público Federal de Jales a instaurar inquérito civil para apurar o problema. O procurador da República, José Rubens Plates destacou que a investigação foi instalada pelo MPF por iniciativa própria, a partir de notícias veiculadas na imprensa regional a respeito de atrasos nas perícias. Ele disse que o problema foi logo detectado na região, onde existem quatro agências do INSS (Jales, Fernandópolis, Santa Fé do Sul e General Salgado) atendendo 40 municípios.
As agências de Santa Fé e General Salgado estão sem peritos, a de Jales conta com dois, mas um está afastado temporariamente. Além da demora para fazer a perícia, que chega a passar de 90 dias, muitos beneficiados precisam se deslocar para outras cidades, inclusive nos estados vizinhos.
Essa demora prejudica os beneficiários que precisam de benefícios em situações graves, como auxílio doença, auxílio acidente, aposentadoria por invalidez ou até mesmo benefício assistencial para idosos ou deficientes carentes. Ou seja, são os benefícios mais sensíveis, na área mais delicada da Previdência, para pessoas incapacitadas que estão sendo protelados por ineficiência administrativa, como afirmou o procurador.
O procurador afirmou ainda que está aguardando informações da Gerência Executiva do Instituto, em São José do Rio Preto, que foi questionada sobre as medidas administrativas que estão sendo tomadas em relação ao problema.

PREJUÍZOS 
Ao mesmo tempo o MPF em Jales solicita das pessoas que estão sendo prejudicadas que denunciem a situação até o dia 28 de novembro, às 18 horas, para fortalecer a apuração e poder tomar medidas necessárias. O contato pode ser feito por meio do telefone 17-3624-3111 ou pelo e-mail PRSP-prm_jales@mpf.mp.br. Os segurados deverão informar nome completo e documento, a agência e a data em que foi feito o pedido do benefício ao INSS e a data para a qual foi agendada a perícia médica.