domingo 05 abril 2020
Empreendedorismo

Modelos mentais dos empreendedores de sucesso

Criar e consolidar uma empresa de sucesso é um desafio permanente. Persistência, boa vontade e disciplina ajudam, entretanto, antes do empreendimento evoluir, é preciso alinhar o discurso e adotar ações consistentes e duradouras que vão além da emoção.
Como foi mencionado em outros artigos, não existe uma fórmula ideal para o sucesso nos negócios. Ao pesquisar a vida de empreendedores como Bill Gates,  Steve Jobs, Jorge Paulo Lemann, Alexandre Costa, entre outros, você descobre que cada um construiu sua história de sucesso de maneira diferente dos demais.
Ao estudar essas histórias, é possível identificar alguns pontos em comum de modelos mentais dos empreendedores de sucesso. Se fosse possível reuni-los, você descobriria que nenhum deles conseguiu concentrar todas as competências ao mesmo tempo, entretanto, cada um tem ou tinha o seu modelo mental bem consolidado.
Tem pessoas que são péssimas líderes, por outro lado, tem qualidades imprescindíveis como: persistência, obstinação, foco em resultados. Tem líderes que são totalmente desorganizados, porém sabem delegar como ninguém. Outros como Bill Gates não era o melhor programador, mas soube como reunir os melhores.
Modelos mentais, quando positivos e adotados de maneira consistente, são essenciais para elevar o moral da equipe e ampliar o foco do empreendedor nas coisas que fazem diferença no desenvolvimento do negócio.
A seguir relaciono alguns modelos mentais dos empreendedores de sucesso:
São movidos por um sonho grandioso e desafiador: por exemplo, mudar o mundo através da tecnologia é bem mais instigante do que produzir celulares e computadores; fazer as pessoas mais felizes é bem mais gratificante do que montar um simples parque de diversões.
Prezam pela excelência pessoal e profissional: a sede de aprender e produzir bens e serviços com qualidade são a maior vantagem competitiva dos empreendedores de sucesso
Nunca estão satisfeitos com os resultados: nenhuma empresa sobrevive à falta de resultados, portanto, para se conceder algo é necessário, antes de tudo, conquistar algo; tudo pode ser melhorado, sempre.
Gerenciam custos rigorosamente: a disciplina financeira e a aplicação criteriosa dos recursos é a melhor maneira de liberar recursos para outras prioridades.
Assumem a responsabilidade pessoal pelos resultados: responsabilidade é a única coisa que não pode ser transferida. Os créditos pelo êxito ou pelo fracasso serão atribuídos, única e exclusivamente, a você, principalmente o fracasso.
São mestres da perseverança e da paciência: enquanto o resultado não aparece, trabalhe arduamente. Thomas Edison tentou, 9-999 vezes, aperfeiçoar a lâmpada elétrica.
Utilizam recursos e ferramentas adequadas: feito é melhor que perfeito, diz o ditado, entretanto, depois de feito, não tem jeito, você não vai mais querer produzir mais e melhor e para isso, será necessário investimento pesado em pessoas capazes e máquinas e equipamentos adequados.

Silvia Barbosa de Melo
(empresária, contadora, mestre em Ciências Contábeis e diretora-proprietária da escola de idiomas CNA)
Desenvolvido por Enzo Nagata