jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Ministério Público arquiva inquérito da merenda escolar contra administração Nice

O Ministério Público não encontrou irregularidades que justificassem o ajuizamento de uma ação civil pública contra a ex-prefeita.
26 de junho de 2017
Ministério Público não encontrou irregularidades no contrato celebrado entre a administração Nice e fornecedores da merenda
A ex-prefeita Eunice Mistilides Silva (PTB) teve arquivado o inquérito aberto pelo Ministério Público Estadual em abril de 2016 para investigar supostas irregularidades que teriam sido praticadas na merenda escolar durante sua administração. O Ministério Público não encontrou irregularidades que justificassem o ajuizamento de uma ação civil pública contra a ex-prefeita.
Além da ex-prefeita, estavam envolvidos no inquérito seu ex-assessor Adriano Lisboa Domenecis e as empresas Starbene Ltda, Básica e Della Fattoria que já forneceram merenda aos alunos das escolas de Jales
O inquérito foi instaurado depois que uma Comissão Especial de Inquérito instaurada pela Câmara Municipal para apurar suspeitas de direcionamento de licitação e superfaturamento das merendas fornecidas para as escolas municipais concluiu que tais fatos teriam causado um prejuízo de R$ 770 mil aos cofres públicos.
A comissão era presidida pelo ex-vereador Gilberto Alexandre de Moraes (DEM), tendo como vice Júnior Rodrigues (PSB) e como relator Luís Rosalino (PT).