contato@jornaldejales.com.br
17 3632-1330

Médico infectologista Mauricio Favaleça diz que paciente com suspeita de COVID19 está estável

Por Ilson Colombo/ Informa Mais
09 de março de 2020

O Médico Infectologista doutor Maurício Favaleça disse  que o caso suspeito com coronavírus, está sob investigação em paciente que deu entrada na Santa Casa de Santa Fé do Sul com sintomas de gripe e que

O dr. Maurício disse que a internação se fez necessária, e se encaixa no protocolo do Ministério da Saúde, que recomenda que pessoas que frequentou lugares (países) aonde estão tendo casos de coronavírus e que apresentem sintomas compatíveis com a doença, fiquem em observação (isolamento).

Mauricio Favaleça disse que o paciente está com suspeita clínica, até então é tratado como suspeito e todos os procedimentos estão sendo realizados. As amostras de exames já foram enviadas para confirmação, e permanece em isolamento realizando as precauções preconizadas pelo MS. As autoridades de vigilância também já foram orientadas quanto ao caso, disse ao informamais o infectologista Mauricio Favaleça.

No momento o paciente encontra-se estável clinicamente, sem nenhum sinal de gravidade e vai permanecer internado até a conclusão das avaliações necessárias e a melhora do quadro clínico do paciente, informou o médico Maurício Favaleça que acompanha o caso, juntamente com outros médicos do Hospital de Santa Fé do Sul.

Mauricio Favaleça prestou orientações sobre o COVID19, que se inicio com um surto da doença na China e já se espalhou em grande parte do mundo. No Brasil já tem diversos casos confirmados.

 

ORIENTAÇÕES SOBRE O CORONAVÍRUS

 

De acordo com o médico infectologista, Mauricio Favaleça esse vírus é transmitido através da tosse, do espirro, da fala ou através do contato, ou seja, uma forma de transmissão por gotículas. Essa transmissão se dá por vias respiratórias, através do contado coma mucosa ou por inalação, podendo provocar um quadro gripal, com febre, dor no corpo, dor de garganta, coriza, vômito, diarreia, podendo evoluir com tosses e falta de ar.

O doutor Mauricio Favaleça ainda diz que quando o paciente apresentar febre alta, tosse e falta de ar, realmente deve procurar um serviço de saúde para poder ser avaliado e ser orientado da melhor forma.

Também é importante adotar as medidas de prevenção, Favaleça pede para que sempre que for tossir, espirrar, tenham cuidado de proteger a boca e o nariz, especialmente com os cotovelos dobrados, se usar um lenço, imediatamente deve ser jogado fora, higienizar as mãos, lavando sempre com água, sabão e utilizar álcool gel se possível. Esse hábito previne muito o risco deste tipo de infecção, disse o infectologista que também orienta para não compartilhar utensílios como talheres, copos e se hidratar muito bem.

Quem apresentar sintomas de gripe, não devem frequentar ambientes fechados com aglomeração de pessoas e permanecer em casa, para evitar a transmissão