jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

MARTELO BATIDO ...

Fique Sabendo
30 de julho de 2017
Chico Melfi, que representou a Prefeitura, e o provedor da Santa Casa, Júnior Ferreira, no Concerto Solidariedade Saúde e Música
MARTELO BATIDO- Agora não tem mais volta. O Clube dos Médicos, presidido por Alceu Alves de Oliveira, com área de 19 mil m² não pertence mais aos seus associados. Aquele espaço de esporte, lazer e entretenimento que, durante anos, abrigou atividades esportivas e sociais, foi adquirido pela empresa Bedala Incorporações e Empreendimentos Imobiliários, de São José do Rio Preto. Conhecedoras da realidade imobiliária de Jales, ouvidos por esta coluna, garantem que o preço, não revelado oficialmente, foi justo.

PONTO FUTURO- A coluna apurou que a empresa compradora, considerada bastante sólida em Rio Preto, pretende lotear a área objeto da transação. E mais: se houver sucesso neste empreendimento, haverá novos investimentos em Jales.

LUPA- Todo o negócio da venda do Clube dos Médicos, desde a publicação do edital até detalhes do fechamento do negócio, teve o respaldo jurídico do advogado e professor universitário Guilherme Soncini da Costa, que já foi presidente da OAB em Jales. 

LAVA JATO- Thiago Lacerda Nobre, que foi procurador da República em Jales durante seis anos, passou a integrar a força-tarefa da Operação Lava Jato, em São Paulo. Anúncio neste sentido foi feito no dia 20 de julho e repercutiu intensamente. Ele já chefiava o Ministério Público Federal em São Paulo, depois de uma passagem por Santos, onde andou nos calcanhares do craque Neymar, investigando sua venda para o Barcelona. 

LAVA JATO (2) - Além de Thiago Lacerda Nobre, integram a força-tarefa que vai atuar em São Paulo mais três procuradores: Thaméa Danelon, coordenadora do Núcleo de Combate à Corrupção no Ministério Público Federal de São Paulo, José Roberto Pimenta Oliveira e Anamaria Osório Silva.

RASTREAMENTO- A força-tarefa pretende ouvir novamente executivos da Odebrecht que depuseram, em acordo de delação premiada, à Procuradoria-Geral da República. Segundo a Folha de S. Paulo, o grupo está começando a trabalhar nos pedidos de investigação encaminhados ao Estado de São Paulo pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal.

REGRA TRÊS - Coube ao secretário municipal de Administração, Francisco Melfi, representar o prefeito Flávio Prandi Franco no Concerto Solidariedade, Saúde e Música. Designação que teve tudo a ver. Desde os tempos em que militava no jornalismo como fundador e diretor do Jornal de Jales, Chico apoiava o movimento cultural da cidade. Ele também foi, entre 1978 e 1981, diretor executivo da Casa de Cultura, cujo presidente era o saudoso advogado Laurindo Novaes Neto.

APOIO CULTURAL – Disposto a pavimentar o caminho rumo a mandato de deputado, o empresário Luís Henrique Moreira, dono da LHBorr e presidente do Diretório Municipal do PP, vem investindo em mídia falada e escrita. Só que, eleições à parte, Luís Henrique tem apoiado firmemente os eventos culturais da cidade, como aconteceu no dia 21, quando ele integrou a lista de colaboradores do “Concerto Solidariedade, Saúde e Música”, pró-Santa Casa. Quarenta dias antes, ele apoiou a realização do “Concerto a dois pianos,”, parceria da Edem Musical e AVCC.

RAÍZES – Campeoníssimo de eleições, com 10 vitórias nas 11 que disputou, o prefeito de São José do Rio Preto, Edinho Araújo, virou tema de livro mais uma vez. É sobre sua trajetória como prefeito de Santa Fé do Sul, eleito em 1976, o foco do livro “Os caminhos do futuro”, do jornalista Mário Soler, um dos papas da imprensa regional. O lançamento aconteceu ontem em Santa Fé no local adequado —Complexo Turístico, Cultural e Histórico Deputado Roberto Rollemberg.

MILAGRES- Como um assunto puxa o outro, a jalesense Adriana Mariana dos Santos, gerente de captação de recursos do Hospital de Câncer de Barretos, convida para o lançamento do livro “A providência”, dia 1º de agosto, na Livraria Cultura, no Shopping Iguatemi, em São Paulo. O autor é Henrique Prata, diretor executivo da Fundação Pio XII, mantenedora do hospital.  O subtítulo do livro é auto-explicativo: “os milagres que levam a filosofia do Hospital de Câncer de Barretos para todo o Brasil”. São 150 páginas e o preço de capa é R$ 35,00.