jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

JULHO VERDE

Mistura de álcool e cigarro aumenta possibilidade de câncer, afirma oncologista
24 de julho de 2017
O médico oncologista Sávio Costa de Paula alerta para os riscos de câncer de cabeça e pescoço
Quem só fuma tem muita possibilidade de contrair câncer e quem só bebe, também, mas para quem bebe e fuma, essa possibilidade passa a ser muito maior. É uma mistura fatal porque o álcool com o tabaco potencializa o problema. O alerta é do cirurgião oncologista do Hospital de Câncer de Jales, Sávio Costa de Paula.
Durante entrevista para falar sobre a campanha de prevenção do câncer de cabeça e pescoço, denominada Julho Verde, o médico explicou que no Brasil existe uma incidência muito alta do câncer de cavidade oral, na boca e na língua, causado principalmente pelo tabagismo e alcoolismo. O problema é preocupante porque no país o consumo de cigarro e álcool é muito grande e quando os mesmos se juntam, ou seja, quando a pessoa consome os dois, essa união aumenta esse efeito nocivo, pois o álcool ajuda o tabaco a produzir o câncer.
O médico apela para antigos usuários de cigarro e álcool que se recuperaram da doença que ajudem a população a inibir esses hábitos, pois ele tem visto até jovens precisando de tratamento, muitas vezes em estágio já avançado, quando a possibilidade de recuperação é bem menor.  

A CAMPANHA
O Hospital de Câncer de Jales programou duas palestras dentro das atividades desenvolvidas no mês de prevenção ao câncer de cabeça e pescoço. A primeira será amanhã, dia 24 de julho, segunda-feira, no hospital, para profissionais de saúde, a partir das 14 horas e a segunda, na quarta-feira, na sede da Associação Paulista de Medicina (Clube do Médico), no Jardim Oiti, a partir das 19 horas, aberta ao público em geral. 
Este ano a campanha está incluindo os profissionais de saúde. Essa inclusão, como explicou o cirurgião, é importante para agilizar o diagnóstico e fazer o encaminhamento.
A campanha começou em 2014 e vem crescendo, como lembrou o médico que participou do seu lançamento em Nova Iorque, nos Estados Unidos, pela Federação Internacional da Sociedade de Cabeça e Pescoço, com testemunho do ator Michael Douglas, ficando o dia 27 de julho como o Dia Internacional de Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço.

SINTOMAS
Manchas ou feridas na língua ou nos lábios que demoram mais de três semanas para cicatrizar são os principais sintomas de câncer na cabeça ou pescoço. A pessoa deve procurar logo seu dentista ou uma unidade de saúde, pois no início, a possibilidade de cura chega a 95%. 
Um problema que vem aumentando em vários países, segundo o médico oncologista é o vírus HPV, como fator de provocação do câncer de colo do útero nas mulheres e de oro faringe, na parte posterior da língua, nos homens e mulheres. Crianças de 11 e 12 anos devem ser levadas às unidades de saúde para receber a vacina para prevenção de longo prazo contra a doença causada por sexo, principalmente oral, sem prevenção.