jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

JOGANDO JUNTOS ...

Fique Sabendo
02 de abril de 2017
Prefeito Flá recebeu a deputada Analice: falando a mesma língua
JOGANDO JUNTOS -  Se depender da deputada estadual Analice Fernandes (PSDB), Jales, sua terra,  vai bombar nos próximos anos. Foi nessa linha a conversa que ela teve durante  visita oficial que fez ao gabinete do  prefeito Flávio Prandi Franco (DEM) na tarde de sexta-feira, dia 31. A deputada e o prefeito discutiram  pendências na área governamental, com boa vontade de parte a parte. Esta foi o primeiro encontro entre ambos desde que Analice foi eleita 1ª vice-presidente da Assembléia Legislativa.

SEGREDOS (1)- O saudoso Ibrahim Sued, o mais famoso colunista social da história do Brasil, costumava dizer, quando queria dar uma nota exclusiva em sua coluna, sem revelar a fonte,  que “em sociedade tudo se sabe”. A frase de Sued  vale , nos dias de hoje, para Brasília. Lá, por mais que se queira esconder tudo se sabe e tudo se vê. Por exemplo, fonte desta coluna garante ter encontrado o prefeito Flá na capital federal na semana retrasada. A versão oficial é que ele teria ido à EPL (Empresa de Planejamento e Logística), órgão do Ministério dos Transportes,  batalhar pelos viadutos  sobre os trilhos da ALL-Rumo, na Rua 2. Mas, ele deixou escapar ao interlocutor da coluna, que o projeto é outro e muito maior, desses de, se der certo, virar a cidade do avesso. O bico calado tem a ver com o fato de que, no interior paulista, tem mais gente querendo a mesma coisa. 

SEGREDOS (2) – Outra fonte da coluna que andou perambulando pelo planalto central jura ter visto os irmãos Soler — Oswaldo Soler Junior, da mantenedora da Unijales, e Marcelo, mantenedor de faculdades em Barra do Garças-MT— saindo do Ministério da Educação. Eles não revelaram o que foram fazer lá, mas deixaram escapar que, se o que eles pediram for atendido, vai ser muito bom para Jales e para Barra.

ECUMENISMO - A Câmara Municipal de Jales aprovou moção de aplausos ao bispo emérito de Jales, D. Demétrio Valentini, pelo lançamento do livro “Palavras que permanecem”, segunda-feira, dia 27. A noite de autógrafos aconteceu  no exato momento em que a edilidade fazia reunião ordinária, inviabilizando a presença dos vereadores. O detalhe significativo é que a iniciativa da moção, depois assinada pelos outros nove, foi do vereador João Zanetoni (PSB), membro da Assembléia de Deus e eleito com votos, em sua maioria, de fiéis daquela denominação religiosa.  

 CONVIDADO VIP – Vice-prefeito de Jales e presidente do Diretório Municipal do PMDB, José Devanir Rodrigues, o Garça, estava na lista dos poucos convidados que tiveram acesso à chácara da empresária rio-pretense Iolanda Bassit, entre Rio  Preto e Mirassol, quinta-feira, dia 23, na recepção ao presidente Michel Temer. Ao regabofe regado a comida árabe só entrava quem tinha credencial específica para aquele evento e nome na lista. .  

JOGO DURO - João Dado, o novo prefeito de Votuporanga, já está encarando sua primeira parada dura —o reajuste dos servidores municipais. O prefeito ofereceu 4,69%. O sindicato pede 9,79%. O prefeito já mandou projeto para a Câmara. Os sindicalistas pedem a retirada da propositura e abertura de diálogo.
 NA PISTA – A não ser que os planos sejam radicalmente modificados, tudo indica que Ivan  Bertucci Nunes, que foi chefe de gabinete do prefeito Pedro Callado na Prefeitura de Jales, vai voltar com tudo à ribalta política  Dá-se como quase certo o engajamento de Ivan na assessoria do deputado federal Fausto Pinato (PP). Na comemoração do aniversário de Vitória Brasil, dia 19 de março, Ivan foi anunciado pelo mestre de cerimônias como representante de Pinato e até anunciou emenda parlamentar para infraestrutura. 

DEU NO ESTADÃO -  Na edição de 25 de março, o Caderno 2 do jornal O Estado de S. Paulo, deu ampla matéria sobre o novo livro do escritor Joca Reiners Terron, dia 5 de abril, quarta-feira, com direito a chamada na capa do caderno. Ao  jornal, Joca explicou que  o livro “Noite dentro da Noite -Uma Autobiografia”, publicado pela editora Companhia das Letras, é decorrente do “desejo de ser mais lido “. Em outro trecho, ele diz: “esta é uma autobriografia na qual seu autor, em vez de se revelar, preferiu se ocultar”.

QUEM É – Para quem não sabe e principalmente para as gerações mais novas, vale lembrar que Joca é filho de Leopoldina Reiners Terron e José Terron Spina, que foi gerente do Banco do Brasil em Jales. Em termos comunitárias, credita-se na conta corrente de Terron o equilíbrio, até hoje, das finanças  da Santa Casa, onde ele foi provedor durante 10 anos. A administradora do hospital na época era Ivone Oliveira Fonseca Tsutyia, dedicada servidora  que vivia o hospital 24 horas por dia.