Saúde

Jales vive nova epidemia de dengue com 262 casos positivos

O problema da dengue continua aumentando, colocando em alerta a equipe da Vigilância Epidemiológica. Jales tinha 472 registros de notificações até 4ª feira, dia11 de fevereiro, com 262 casos positivos contraídos no município e 30 vindos de outras cidades, além de 42 negativos e 138 ainda aguardando os resultados dos exames. 
Desde o dia 20 de fevereiro o município entrou em estado de epidemia quando deixam de ser feitos os exames e todas as pessoas com os sintomas da doença passam a ser monitoradas. Mesmo assim a notificação é importante para identificar os criadouros e evitar novos casos na área e para que o paciente possa a ter um acompanhamento médico adequado.
A coordenadora da Equipe Municipal de Combate às Endemias, Vanessa Luzia da Silva Tonholi explicou que com o novo critério da Vigilância Estadual, quando há registros altos de casos diariamente a situação passa a de ser epidemia. De 1 a 4 de fevereiro foram registrados 49 casos, com uma média de 13 a 15 por dia, o que se enquadra nessa condição.

CUIDADOS
As pessoas que sentirem pelo menos três dos sintomas da doença, como febre alta, náuseas, vômito, dores musculares devem procurar uma Unidade de Saúde para fazer a notificação e ser encaminhada para tratamento.
A UPA, como informou Vanessa, não deve ser procurada, pois atende muitos pacientes de Jales e da região e a pessoa acaba esperando muito tempo para ser atendida em função do grande número de casos, o que não acontece nas Unidades de Saúde que contam com equipes preparadas para esse atendimento.
A vigilância Sanitária está fazendo os bloqueios, eliminando os criadouros, pois a nebulização não resolve o problema, porque só elimina os mosquitos no momento em que é aplicada. É apenas um paliativo, como explicou Vanessa.
O trabalho da equipe também não resolve se a população não colaborar continuando a eliminar os criadouros em suas casas, terrenos e outros locais, depois que receberem a visita com as recomendações necessárias. 
É mais uma vez um período em que todos precisam ficar atentos, tomando as medidas necessárias para impedir o acúmulo de água a fim de eliminar os criadouros.

Desenvolvido por Enzo Nagata