jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Jales Futsal perde em São Paulo e é eliminado da Liga Paulista

por Lucas Rossafa
24 de julho de 2017
A equipe do Jales Futsal ficou em 4° lugar em sua série
Estreante na Liga Paulista de Futsal (LPF) e com um investimento bem mais inferior do que os adversários, a equipe de Jales chegou a lutar até a última rodada pela classificação às quartas de final da competição mais importante do estado. No entanto, não foi possível.
Na noite da sexta-feira retrasada, 14, o Jacaré foi derrotado pela AABB pelo placar de 4 a 3, em duelo disputado em São Paulo, e ficou sem chances de permanecer no grupo dos quatro melhores colocados. Os gols do time paulistano foram marcados por Thiago Gouvêa (2), Marinho e Lucas Cássio, enquanto Alex e o goleiro Melão (2) descontaram.
“O jogo foi disputado. Começamos bem, abrimos o placar e até colocamos bola na trave, mas vacilamos na marcação e tomamos a virada. No segundo tempo, utilizamos goleiro linha e demorou a encaixar. Neste tempo, ficamos com três gols de desvantagem, o que dificultou bastante. Depois, a estratégia teve êxito e conseguimos marcar duas vezes, mas não foi o suficiente”, avaliou o técnico jalesense, Deivid Francisco de Melo (Coxão).

Esforço extra
Os atletas da cidade se superaram em duelo disputado na capital paulista. Com elenco bastante reduzido, graças às negociações e às lesões, apenas dez jogadores (limite mínimo de convocados por jogo neste torneio) foram relacionados para o confronto. Dos dez, apenas seis tinham condições físicas de jogo, pois o restante viajou para evitar que o time saísse derrotado por WO.
“Quadra pequena, adversário qualificado e com elenco numeroso. Tiramos leite de pedra, na verdade. As perdas foram significantes para que tivéssemos tantas dificuldades”, lamentou Coxão.

Como ficou?
O Jales Futsal encerra a sua primeira participação na LPF com 13 pontos – quatro vitórias, um empate e sete derrotas – em 12 partidas disputadas e aproveitamento de 36%.
Como Indaiatuba e Intelli se enfrentam na próxima terça-feira, 25, qualquer resultado deixará o Jacaré fora do G-4. Ainda restam quatro duelos para o encerramento da fase de classificação.

Incertezas
Após a eliminação na primeira fase, não há nenhuma definição se a equipe continuará em atividade no próximo semestre ou se 2017 foi apenas uma temporada de experiência para o futsal jalesense em nível estadual. Depois do encerramento da LPF, competição independente da Federação Paulista de Futebol de Salão (FPFS), dois torneios vão começar: Copa Paulista de Futsal, cujo Congresso Técnico deve acontecer em agosto e o início em setembro, e o Campeonato Paulista do Interior, organizado pela FPFS a partir de outubro.
“A intenção é a de que o projeto continue. Fomos convidados para disputarmos dois campeonatos ainda neste ano, mas não confirmamos participação em nenhum deles. Nós precisamos de apoio. O mais importante para definirmos o nosso futuro é a presença – ou não – de quadra. É totalmente inviável jogar em Santa Fé do Sul. Fomos muito bem acolhidos pelo prefeito Ademir Maschio, mas a torcida não comparece”, comentou o presidente do Jales Futsal, Luiz Felipe Pietrobom Chiaparini (Lipão).
O mandatário ainda comentou os prejuízos trazidos pela falta de ginásio apto para receber partidas no município. “O problema é enorme, pois não consigo fazer renda. A bilheteria é muito pequena, não posso planejar um programa de sócio-torcedor, dificulta a venda de patrocínios (seja para a camiseta ou para placas de publicidade interna). Ou seja, nós perdemos muito dinheiro, temos responsabilidades financeiras a cumprir, além de pagar multa por jogo por não atuarmos em Jales. Eu não posso solucionar esta situação. Somente a Prefeitura e os vereadores conseguem, se houver vontade. A população me cobra para saber quando vamos jogar, de fato, em casa”.