jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

INSS Digital deve agilizar o atendimento aos usuários

por Luiz Ramires
02 de dezembro de 2018
O prefeito Flávio Prandi Franco e o gerente regional do INSS Bruno Veroneze, mostram o acordo assinado, ladeados, à direita pelo secretário de Planejamento Nilton Suetugo, o vereador João Zanetoni e a assessora do deputado Itamar Borges, Mara Amaral e à direita pela gerente da agência de Jales, Simo
A instalação da uma unidade do INSS Digital no espaço do Ganha Tempo deverá acontecer no máximo em 60 dias, como espera o gerente regional do Instituto em São José do Rio Preto, Bruno Veroneze Fernandes, que esteve em Jales, no dia 27 de novembro, terça-feira, para a assinatura do acordo de cooperação técnica com a Prefeitura. Ele disse que esse prazo é necessário, para que a pessoa contratada pelo município para fazer o atendimento possa ser capacitada.
O acordo, como afirmou, tem como objetivo facilitar a vida dos segurados, sem precisar agendar consultas para atendimento na agência, ampliando o modo como a população pode conseguir esses serviços acessando o INSS Digital. Isso inclui pedidos de aposentadoria, pensão por morte, salário maternidade, pedido de revisão de benefício e extratos. O único benefício que não está incluído é o auxílio doença, por exigir exames médicos.
Com o novo serviço, o trabalho na agência de Jales do INSS deverá ser melhorado, como explicou a gerente Simone Galviolli, contribuindo para agilizar, por exemplo, as análises dos benefícios, pois existem muitos pedidos para serem habilitados. 
O prefeito Flávio Prandi Franco destacou que esse novo serviço deverá começar a atender logo, com a instalação do mesmo no Ganha Tempo, agilizando os serviços prestados à população, como já está acontecendo com a transferência dos serviços do Detran para aquele mesmo local.
Ainda este ano ou no início do próximo, o prefeito disse que já deverão estar funcionando naquele mesmo espaço os outros serviços que foram previstos, quando da inauguração do prédio. Com isso, a Prefeitura também deixa de pagar aluguel para o funcionamento desses serviços, podendo investir esses recursos em outras áreas.