jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

Impossível

Lei impossível
23 de junho de 2014

Uma lei poderia inibir “um pouco” os corruptos. Seria mais ou menos o seguinte: “aquele que “afanar” dinheiro publico teria penas iguais ou menores que as atuais, porém, não teria os benefícios da lei para abrandar a pena e não poderia sair da cadeia enquanto o erário público não fosse totalmente ressarcido. Com o dinheiro devidamente corrigido.” O difícil é aprovar tal lei, pois, a maioria dos congressistas votariam contra, isto porque teriam medo de mais cedo ou mais tarde, terem que devolver muito dinheiro.
POR AÍ...
•    Alunos do curso de medicina da Unicastelo de Fernandópolis SP, fizeram protesto contra um politico que ajudou a montar o Mais Médicos. Gostaria de saber se alguns dos filhinhos de papai que fazem o curso estarão dispostos, após formarem-se a irem ao Acre, Amazonas, Mato Grosso, ou outro estado, em local que necessite médicos. Claro que não, duvido, eles querem é montar seu consultório, faturar e fora a concorrência. O povo que se dane.
•    A Policia Federal estava realizando buscas e apreensões contra suspeitos de atos corruptos, em Mato Grosso. Mas quando iam à casa do multimilionário e senador Blairo Maggi, foram impedidos por decisão do Ministro Dias Tóffoli. Aqui se você tem padrinho forte, não será nem investigado. Podemos confiar neste Ministro ? Ele pode ficar bravo se alguém perguntar quanto ele levou nessa manobra ?
•    Assistindo jogos de tênis, profissional e da elite, vejo com vergonha e revolta o servilismo dos pegadores de bola, seguradores de guarda sol e entregadores de toalhas. E os deuses do tênis, a grande maioria, nem se digna a olhar para os mesmos.
•    Chikungunya, é doença que soldado brasileiro servindo no Haiti já sofreu com ela. Semelhante à dengue, transmitida também pelo “édis egipci” (escrito como deve ser lido) diz o soldado que o comando das tropas enviará ao Brasil para trabalhar durante a Copa, principalmente no Rio e São Paulo, soldados lá do Haiti, mesmo aqueles que contraíram a doença e, sem a devida quarentena. Eles podem difundir a doença pelo Brasil e pelo mundo, pois muitos turistas aqui estarão. Onde está a responsabilidade de nossas “gloriosas” forças armadas ?
•    Sessão solene em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente, na Câmara Federal. A bancada ruralista deve estar de luto e revoltada.
•    A Grã-Bretanha tem lei que pune com até 14 anos de prisão para os casos de mutilação genital (próprio de alguns países da Africa), mesmo se os pais levarem a filha ao país natal para o ato. Esta semana um casal africano fugiu para a Grã-Bretanha para evitar a mutilação da filha, aí os ingleses deportaram o casal ao seu país de origem. A moral inglesa é muito estranha.

  David Patrício de Almeida Santos
(professor aposentada da reder pública de ensino)