jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

IMPASSE – Embolou o meio de campo.

Fique Sabendo
06 de agosto de 2017
Mário Okanobo, presidente da Unimed, conduz as negociações sobre a venda da Facip
IMPASSE – Embolou o meio de campo. Reunidos na noite de quarta-feira, dia 2 de agosto, cooperados da Unimed de Jales recusaram a oferta da empresa Gauri Eventos, de São Paulo, pela aquisição do recinto da Facip. Conforme registrou esta coluna, a  Gauri, que é especializada em eventos de grande porte com artistas sertanejos da  moda, enviou proposta por escrito oferecendo R$ 3 milhões pelo imóvel, com todas suas edificações.

PRAZO- Até onde a coluna está informada, a roda pegou na questão do prazo de pagamentos. A Gauri teria oferecido R$ 150 mil de sinal e amortização do restante em parcelas. Submetida ao crivo dos presentes à reunião pelo presidente Mário Okanobo, que tem agido democraticamene na condução das negociações, a proposta não agradou. Os cooperados concordam com o preço —R$ 3 milhões —  mas exigem pagamento à vista. Nos bastidores, a impressão é de que se o prazo pedido pelo empresário Raphael.Figueiredo Aguiar Vieira Carvalho, dono da Gauri, for sensivelmente encurtado, é possível que dê negócio.

 MEMÓRIA – O recinto da Facip passou ao controle da Unimed de Jales em 2009 em permuta com a Prefeitura, que ficou com um hospital em construção. Concluídas as negociações, a administração do prefeito Humberto Parini doou o imóvel para a Fundação Pio XII, mantenedora do Hospital de Câncer de Barretos, inaugurado em 2010.

NEGÓCIO FECHADO – Como um assunto puxa outro, é bom lembrar que a venda do Clube dos Médicos, com 19 mil metros quadrados, no alto do Jardim Oiti, não teve intercorrências. A Bedala Incorporações e Empreendimentos Imobiliários, de São José do Rio Preto, pagou o que foi pedido e a escritura já foi lavrada em cartório O dinheiro já está em conta e a definição do rateio ocorrerá em assembleia geral marcada pelo presidente Alceu Alves de Oliveira para o próximo dia 17 de agosto, ocasião em que dará todos os detalhes das negociações assim como a forma de divisão entre os 70 cotistas.

FILHO DE PEIXE – Ao discursar no último sábado, dia 29, durante o lançamento de livro sobre sua administração como prefeito de Santa Fé do Sul nos anos 70 (ver matéria completa na página 5). Edinho Araujo, atual prefeito de Rio Preto, acabou tocando em um assunto que é objeto de especulações em toda a região — a candidatura a deputado do seu filho Edson. O prefeito disse que não fará nada para forçar o filho a entrar na política, mas se ele decidir disputar terá todo seu apoio.

SOB NOVA DIREÇÃO- O professor doutor Evanivaldo C. Silva Junior é o novo diretor da Faculdade de Tecnologia de Jales. Nomeado pela superintendente do Centro Paula Souza, professora Laura Laganá, ele assumiu as funções na segunda-feira, dia 31 de julho. O novo diretor, que é mestre em Matemática pela Unesp São José do Rio Preto  e doutor em Engenharia pela USP- São Carlos, também tem em seu currículo  o trabalho como coordenador de curso na Fatec de Rio Preto. Titulação e experiência em gestão são duas das exigências que o Centro Paula Souza exige, além da indicação da congregação. O novo diretor  substitui na direção a professora doutora Andréa Piranhe Silva, sua esposa, que não poderia ser reeleita por ter cumprido dois mandatos.   

DIREITOS HUMANOS – Um dos mais respeitados intelectuais do Brasil, Frei Betto, autor de 63 livros,  estará em Jales no próximo dia 10, quinta-feira, a convite da Pastoral Universitária. A palestra de Frei Betto ocorrerá na Escola Vocacional e o ingresso será um quilo de alimento não perecível ou 1 litro de leite. Ele abordará o tema “Violação dos Direitos Humanos -Formas de Escravidão na Sociedade Contemporânea”.

DITADURA- Frei Betto, frade dominicano, foi muito perseguido durante o regime militar, sendo inclusive preso. Em 2003, quando Lula assumiu o governo federal, ele foi nomeado assessor especial da Presidência da República, ajudando a estruturar o programa Fome Zero, embrião do Bolsa Família.