jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

HORA H – Passada a ressaca do carnaval, a semana promete ser quente em Brasília ...

Fique Sabendo
18 de fevereiro de 2018
Rodrigo Garcia, deputado federal mais votado em Jales, cogitado para ser o líder da bancada do DEM na Câmara Federal.
HORA H – Passada a ressaca do carnaval, a semana promete ser quente em Brasília e não só pelo fato da cúpula do governo Temer ir para o tudo ou nada, tentando captar os votos para conseguir aprovar a reforma da Previdência. São necessários 308 votos e o governo, segundo os próprios ministros palacianos, tem, até agora, pouco mais de 270. 

TIROTEIO – Além do filme da previdência em cartaz, há outros embates nos bastidores. Deu na coluna Direto da Fonte, de Sônia Racy, publicada no Estadão, que o deputado federal Alberto Fraga (DEM-Distrito Federal) acusa o governador Geraldo Alckmin (PSDB) de interferir na sucessão da bancada demista. Fraga foi informado de que o tucano pediu votos para Rodrigo Garcia (DEM-São Paulo), seu ex-secretário de Habitação. Como é de seu estilo, Alckmin não comenta.

TABELINHA -  Vale lembrar que esta notícia do tópico anterior não teria a menor importância se Rodrigo Garcia não fosse o deputado federal mais votado em Jales em 2014 e é o guru político do atual prefeito Flávio Prandi Franco (DEM). Ou seja, se Rodrigo assumir a liderança da bancada do DEM em Brasília, o prefeito fica bem na fita em Brasília. 

VELHO GUERREIRO – O falecido apresentador Chacrinha, tema do enredo da escola de samba Grande Rio, popularizou alguns bordões ao tempo em que fez e aconteceu durante décadas na televisão.  Um deles: “eu não vim para explicar, vim para confundir”. Outro: “quem não se comunica se trumbica”. 

REFORÇO – Foi talvez pensando neste último bordão que o prefeito Flá resolveu investir em um profissional capacitado para assumir a titularidade da Secretaria Municipal de Comunicação Social—Douglas Zilio. Formado em Comunicação Social pela Unifev/Votuporanga, com habilitação em Publicidade e Propaganda, Douglas tem experiência no ramo, pois trabalhou na assessoria de Comunicação da Câmara ao tempo em que o presidente era o vereador Henrique Macetão e foi o chefe de gabinete da Secretaria de Comunicação do governo Nice, sempre mantendo boa interlocução com os veículos de comunicação da cidade.

REGRA TRÊS- A referida secretaria passou o primeiro ano da administração sem comandante definido. O noticiário era produzido por estagiários sob os olhos vigilantes da primeira-dama Glauciane Helena Franco, presidente do Fundo Social de Solidariedade, jornalista que exerceu a profissão muito tempo e ainda é professora universitária no curso de jornalismo da FEF-Fernandópolis. Quando era preciso, o secretário de Administração, Chico Melfi, advogado e também jornalista, dava apoio logístico, inclusive atuando como mestre de cerimônias em inaugurações ou outros eventos oficiais.  

 PASSATEMPO– Quase todos os jalesenses conhecem José Antonio Guizzo por suas atividades como médico veterinário e empresário. O que nem todos sabem é que ele é estudioso da política e, em época de campanhas eleitorais, costuma financiar com seu próprio dinheiro um grupo de pesquisadores (as) devidamente treinados para ouvir a população. Até agora, o time dele não errou nenhuma.

CORAGEM- Por conta desse currículo, vale a pena registrar o que Guizzo disse à coluna na última quinta-feira, dia 15, logo após votar na eleição da Associação Comercial. A propósito da renúncia do prefeito de Estrela d’Oeste, Antonio Escrivão (PHS), há 40 dias, o veterinário-empresário cravou: “foi um ato de coragem. Quando sentiu que não conseguiria compatibilizar o que pregou em campanha com os bastidores da política, preferiu sair.” Vale lembrar que Escrivão revelou  que resolveu renunciar, entre outros motivos, porque  recebera “sinais divinos”. Como os moradores de Estrela d’Oeste sabem, o ex-prefeito é espírita, dá banho em doentes e, em sua cidade, muitos comparam seu jeito de ser com o do saudoso médium Chico Xavier. 

VITRINE – Enquanto muitos especulam, o empresário Luís Henrique Moreira, presidente do Diretório Municipal, do PP, pré-candidato a deputado estadual, continua na pista. Só nos últimos 30 dias, foi para o noticiário em pelo menos duas vezes. No dia 27 de janeiro, foi um dos apoiadores do show de Cesar Menotti e Fabiano, promovido pela LB Eventos, de Jales, e Kallli Produções Artísticas, de Santa Fé do Sul, com direito a agradecimentos públicos dos realizadores do evento. Dez dias depois, sua empresa foi uma das patrocinadoras da equipe campeã do Campeonato Aberto de Futsal, em parceria com a Padaria Dolce Vita e o Laboratório Bio Vida. 

NOIVO DA ESTAÇÃO- Entre um e outro episódio, LH recebeu a visita do deputado estadual José Márcio Camargo (PSC), cuja base eleitoral é Cotia. Oficialmente, o parlamentar veio agradecer os 214 votos que recebeu em Jales, graças a Luís Henrique, em 2014, sem nunca ter pisado na cidade. Mas, segundo informante da coluna que participou do jantar entre os dois, Camargo, com muito jeito, convidou o jalesense para fazer dobradinha com ele, mas como candidato a deputado federal.Educado, LH desconversou e apresentou a fatura ao visitante: pediu emenda parlamentar para a Apae em retribuição aos votos que recebeu há quatro anos.