jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Homem é preso em Jales acusado de sequestro, espancamento e tentativa de estupro

por Luiz Ramires
14 de outubro de 2018
Delegada Maria Letícia: um caso desse impressiona pela violência e pelo fato de não ser muito comum em Jales
Um homem identificado pela polícia pelas iniciais M. S., de 51 anos, foi preso na noite de terça-feira, dia 9 de outubro, em uma residência na Avenida Benedito Artur Peresi, no Jardim Guarani, em Jales, acusado de manter uma jovem em cárcere privado por algumas horas quando a mesma teia sido submetida a espancamentos e sofrimentos morais.
O homem que seria dono de uma lanchonete em Jales, foi preso depois que a Polícia Militar foi avisada por vizinhos que ouviram gritos de socorro da jovem. 
Ao chegarem à residência, os policiais militares perceberam que as portas e janelas estavam fechadas. Eles pularam o muro para entrar e foram até os fundos quando chamaram com insistência até que o homem abriu a porta e disse que estava tudo normal.
Enquanto procuravam saber se na casa havia mais alguém, os policiais acabaram se deparando com a jovem J. B. S., de 26 anos, de Santa Fé do Sul que apareceu atrás do acusado, apresentando diversas lesões no rosto e pelo corpo.

CARONA
Ainda segundo a Polícia, a jovem informou que havia aceitado uma carona do agressor, após pedir uma informação. O homem a teria levado para a casa onde guardava os frios da lanchonete. Logo a casa foi trancada, quando a jovem, segundo informou à polícia, passou a ser espancada, sofrendo agressões físicas e psicológicas por mais de uma hora. A vítima relatou ainda que o homem fez com que ela tirasse as roupas e teria tocado em seu corpo por diversas vezes.
A casa é desabitada e funciona como um depósito. No local foram encontradas diversas manchas de sangue. A polícia aprendeu vários objetos que teriam sido usados para agredir a jovem, incluindo um pedaço de madeira, três facas, escumadeiras e um garfo para churrasco.
A vítima foi encaminhada para atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento de Jales. Ela apresentava ferimentos principalmente no rosto, sendo necessário mais de 50 pontos nos ferimentos.
O agressor foi preso em flagrante e encaminhado para a Central de Polícia Judiciária e posteriormente para a Delegacia de Defesa da Mulher. O agressor deve responder pelos crimes de lesão corporal, sequestro, cárcere privado e tentativa de estupro.

IMPRESSIONANTE
A delegada Maria Letícia Camargo, da Delegacia da Mulher disse que pelos relatos prestados pelos policiais que atenderam a ocorrência, o que mais impressionou foi o estado em que a jovem ficou, com muitos ferimentos, principalmente na cabeça e no rosto.
Ela disse que esse tipo de ocorrência também impressiona pelo fato de não ser comum em uma cidade como Jales, onde são mais comuns outros tipos de agressões entre homens e mulheres.
A delegada disse que os policiais também relataram que a jovem, professora em Santa Fé do Sul, teria pedido informações sobre onde ficava o terminal rodoviário e foi informada por uma mulher. O homem viu as duas conversando e seguiu a jovem, oferecendo carona, que a princípio, ela recusou, mas acabou aceitando depois que ele disse ter um comércio ali perto. 
O homem disse que precisava pegar algum objeto e pediu que ela ajudasse, quando a segurou e levou par o interior da casa, quando começaram as agressões.