contato@jornaldejales.com.br
17 3632-1330

GIOVANA QUEDA TOLEDO

Coluna Gente
12 de janeiro de 2020
GIOVANA QUEDA TOLEDO
(foto), médica da nova geração, vai comemorar a chegada de um novo tempo em Jales, onde a família voltou a residir. É hoje, dia 12. A aniversariante é filha de Fernando César Toledo e Sônia Queda Toledo, ambos médicos, que exerceram a profissão durante muitos anos em Chapadão do Sul/MS.  

AYRTON LUÍS ARNONI
contrariou a crença popular inspirada em passagem do evangelho segundo a qual “ninguém é profeta em sua própria terra”. A noite de autógrafos de seu livro de estreia, A hora da voz da memória, dia 20 de dezembro, em Taquaritinga, sua terra natal, na sede da Associação Comercial e Industrial, reuniu   conterrâneos de todos os segmentos e gerou matéria de quase meia página no jornal “O defensor”. Vale lembrar que em Jales, onde Ayrton trabalhou 46 anos como educador na rede pública estadual, o livro foi lançado na sede social do Centro do Professorado Paulista. 

LÍGIA E WALTER PAULINO 
empreenderam a operação-retorno.   Depois de três décadas na Grande São Paulo por conta da atividade dele como industrial de sucesso à frente do grupo WAP, o casal decidiu fixar residência definitiva em Jales, optando pelo bucolismo e qualidade de vida da cidade que o viu crescer. O casal tem bela residência na propriedade rural da família.

TONINHO ROSSIGNOLLI,
engenheiro agrônomo radicado em Tangará da Serra-MT, repetiu o roteiro anual —pit stop em Jales entre Natal e Ano Novo. Além das atividades inerentes à profissão, ele contou que está investindo e obtendo retorno  com a “Charcutaria 17”, marca que vem abastecendo o mercado local e regional. Charcutaria é palavra que deriva de origem francesa e se refere a métodos de tratamento em vários produtos, entre os quais, linguiças (que é o caso dele). Toninho diz sempre que recebeu as primeiras dicas do conterrâneo Ailton Cavano.