Fique Sabendo

FORA DE HORA – Quem pensa que é jogo de cena está muito enganado. Toda vez que alguém questiona o prefeito Flávio Prandi Franco (DEM) sobre candidatura à reeleição ele, educadamente, explica que não é hora de tocar neste assunto.

FORA DE HORA – Quem pensa que é jogo de cena está muito enganado. Toda vez que alguém questiona o prefeito Flávio Prandi Franco (DEM) sobre candidatura à reeleição ele, educadamente, explica que não é hora de tocar neste assunto. E que sua maior preocupação é entregar o pacote de obras em andamento e deixar a cidade muito melhor do que encontrou. E, quando alguém insiste, ele muda de assunto.  

LIVRO DE PONTO – Como um assunto puxa outro, quem quiser encontrar o atual vice-prefeito José Devanir Rodrigues (PMDB) aos sábados pela manhã não precisa perder tempo. É só dar um pulo ao Comboio de Alimentos, histórico nome fantasia da feira jalesense, criado justamente na administração Viola-Garça (1983-1988) . Em algum corredor ou banca inevitavelmente encontrará Garça. E não é de hoje que ele faz isso. Seguramente, é o político de Jales que mais prestigia a feira e os feirantes. Inclusive, podem ser creditadas em sua conta corrente as tratativas que resultaram em verba do deputado estadual Itamar Borges para  a construção do novo conjunto de sanitários daquele espaço. 

 DILEMA – A propósito, no último sábado, 7 de março, Garça encontrou-se na feira com o ex-vereador petista Luís Fernando Rosalino na presença deste comentarista. Suplente na atual legislatura, Rosalino explicou que não disputará a próxima eleição, pois, além do trabalho como professor, está cursando o 4º ano de Direito. Garça emendou: “eu também não estou mais a fim, mas, o Baleia vive fazendo apelos para que eu continue, até para fortalecer o partido”. O personagem a que o vice se referiu é o deputado federal Baleia Rossi, presidente nacional do PMDB, que acaba de filiar ao partido ninguém menos que o apresentador José Luiz Datena. 

GRATIDÃO – Garça é grato ao deputado Baleia Rossi, que, entre outras ações parlamentares em Jales, viabilizou, a seu pedido, verba de R$ 1 milhão e 500 mil para repaginação da Praça Dr. Euphly  Jalles. Pelo sim ou pelo não, o vice programou para a manhã de ontem, 14 de março, na chácara da família, no Jardim Municipal, encontro com pré-candidatos a vereador e na qual seria anunciada oficialmente a volta ao ninho antigo do ex-vice-prefeito Clóvis Viola.  

A FILA ANDA - Emendando assunto. Na manhã da última quarta-feira, dia 11, o empresário Luís Henrique Moreira, pré-candidato a prefeito pelo PSDB, informou à coluna que, a partir daquela data, a campanha passaria a contar oficialmente com a participação de Marynilda Cavenaghi Nacca. Segundo LH, ela informou a ele que, no dia anterior, tinha formalizado sua desfiliação do PMDB, partido que presidia como 2ª vice-presidente em exercício. O pré-candidato revelou que Marynilda lhe confidenciou que a comunicação fora feita de corpo presente à maior liderança partidária local, o vice-prefeito Garça. E, ainda de acordo com o relato dele, a correligionária teria se colocado à disposição para ser candidata a vice, vereadora ou simplesmente trabalhar na coordenação da campanha.  

PRÓXIMA PARADA - Com o engajamento   de Marynilda e a adesão anterior de Jediel Zacarias, vereador de cinco mandatos, atualmente na suplência, o desafio de LH é onde alojar os egressos do velho Manda-Brasa. Tudo indica que o caminho de Jediel será o PP. Quando a Marynilda,  embora tenha recebido convite do novo presidente do PP, Rivelino Rodrigues, não está descartada a hipótese de que ela engrosse as fileiras do “Podemos”, conforme revelou  na manhã de sexta-feira a esta coluna. 
  
OPERAÇÃO URNA – Pelo menos dois policiais federais, ambos lotados na Delegacia da Polícia Federal de Jales, terão seus nomes na urna eletrônica no próximo dia 4 de outubro. Um em Urânia e o outro em Jales. O candidato em Urânia será o escrivão David Rodrigues Meneses, que se filiou ao Republicanos, ex-PRB.  Ele tem a seu favor o fato de ser membro de família enraizada naquela cidade e ser colega de turma do deputado federal Eduardo Bolsonaro na Academia Nacional da Polícia Federal, turma de 2010, em Brasília. 

OPERAÇÃO URNA(2) – Em Jales, também já está definida a candidatura de outro policial federal. Trata-se do agente Robério Bandeira. Ele tinha descartado liminarmente filiação ao PSDB ou PT e, depois de examinar o cenário, acabou optando pelo “Podemos”, cuja chapa será composta por nomes que nunca foram vereadores ou disputaram eleições, gerando igualdade de condições para todos os novatos. Bandeira que, antes de ingressar na PF via concurso público, passou nove anos no Exército, de onde saiu como sargento, é colaborador do Clube do Ipê onde presta serviços em caráter voluntário.   

CANA DURA – O curso de Direito da Unijales, aos poucos, já vai mostrando a que veio. Na próxima quinta-feira, 19 de março, estará em Jales o deputado federal Alex Manente para falar sobre o tema “O combate à corrupção e a PEC 199/19”, da qual é autor. A palestra, seguida de roda de conversa, está marcada para o anfiteatro da Associação Comercial e Industrial de Jales. 

CARRO CHEFE – Apesar da forte concorrência regional, o curso de Direit da Unijales vai muito bem, obrigado. Com turmas estudando em dois períodos —manhã e noite — e corpo docente de alto nível, o coordenador é o advogado Guilherme Soncini da Costa, que foi docente da Unicastelo/Universidade Brasil durante muitos anos, cinco dos quais distinguido com escolhas para paraninfo de turmas. 

Desenvolvido por Enzo Nagata