Manchete

FLÁVIO PRANDI FRANCO, O FLÁ:

Fl lávio Prandi Franco, 48 anos, casado com Glauciane Helena Franco e pai de Luís Eduardo (15 anos) e Artur (9), acredita que está pronto para se sentar na cadeira de prefeito, a chamada cadeira da responsabilidade.  “Nós nos preparamos para isto”, afirmou ele em entrevista ao Jornal de Jales, certamente referindo-se às tarefas que desempenhou em secretarias estaduais nos últimos anos.    
“Estou consciente que será desafiador, mas estou muito confiante na equipe que está sendo formada, juntamente com os servidores municipais que já trabalham na Prefeitura Municipal”, acrescentou. (DRJ).

J.J. - Finalmente, em 2 de outubro de 2016, o senhor concretizou o sonho de ser eleito prefeito de Jales. Pronto para se sentar na cadeira da responsabilidade?
Flá - Sim, acreditamos que estamos prontos, pois nos preparamos para isso. Estou consciente que será desafiador, mas estou muito confiante na equipe que está sendo formada, juntamente com os servidores municipais que já trabalham na Prefeitura Municipal.

J.J. - Foi bom ter concorrido como candidato único?
Flá - Se for para comparar com as outras eleições que concorri, nas quais existiam adversários, posso dizer que foi bem diferente, com desafios diferentes. Mas acredito que a avaliação deve vir sob a ótica da cidade mesmo, pois a candidatura única foi extremamente válida e benéfica para cidade. O momento pedia essa união. A cidade precisava disso. 

J.J. - Como transcorreu o período de transição entre a eleição e a posse? O prefeito Pedro Callado abriu as portas da Prefeitura?
Flá - O período de transição transcorreu dentro da normalidade. O prefeito Pedro Callado e sua equipe nos atenderam e se colocaram à disposição sempre que precisamos. 

J.J. - A cidade esburacada  é o seu maior desafio?  Como fazer para superá-lo?
Flá - Sim, o recapeamento asfáltico é a nossa prioridade nos próximos meses. Já estamos trabalhando nisso. Estivemos em São Paulo e Brasília, em contato com lideranças políticas de todas as esferas - deputados estaduais, deputados federais, secretários estaduais, senadores -solicitando recursos para a cidade. Estamos também contando com alguns recursos já programados, mas sabemos que ainda é pouco. Então, vamos entrar em 2017 concentrados na busca de recursos para resolver o problema.

J.J. - Já deu para ter uma visão do estado em que o senhor vai encontrar as finanças da prefeitura?
Flá - Sim, através do período de transição, deu para ter uma noção das dificuldades que vamos enfrentar logo no início do ano, mas acreditamos que só vamos ter uma visão ampla e completa das finanças do município ao assumir efetivamente o cargo. 

J.J. - Consta que a capacidade de investimento da Prefeitura em 2017 é próxima de zero. Verdade ou exagero?
Flá - Verdade. A atual situação financeira do município é extremamente precária e precisa ser saneada. Pretendemos corrigir isto primeiro para, em seguida, procurar meios de recuperar a capacidade de investimento do município.

J.J. - Qual o papel que o vice Garça terá na administração?
Flá - O Garça é um excelente profissional, além de ser um companheiro leal e sempre disposto a nos ajudar, portanto ele terá um papel fundamental na administração e participará ativamente da gestão do município. 

J.J. - Por outro lado, como lidar com uma Câmara composta por sete vereadores de primeiro mandato?
Flá - Acredito que não teremos problema algum. São pessoas de boa índole, comprometidas, que estão dispostas a ajudar a cidade e que conheço pessoalmente. Acho que temos todas as chances de fazer um bom trabalho e em conjunto para melhorar a nossa cidade.

J.J. - Politicamente, com quem o senhor espera contar em nível estadual e federal para ajudá-lo a sair do sufoco?
Flá - Espero contar com todos os deputados estaduais e federais que fizeram parte da nossa coligação, além daqueles que estiveram conosco, comigo e com o Garça, ao longo da nossa vida pública. São pessoas com quem desenvolvemos um bom relacionamento e que sabem o quanto Jales precisa deles.

Desenvolvido por Enzo Nagata