jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

FERNANDA TREVISAN FLORIANO SILVA

Coluna Gente
15 de outubro de 2017
FERNANDA TREVISAN FLORIANO SILVA
FERNANDA TREVISAN FLORIANO SILVA
(foto) rompe a barreira do tempo na terça-feira, dia 17 de outubro. Jalesense radicada em São José do Rio Preto, onde atua no segmento de moda, sua formação profissional, ela mantém vínculos com Jales, onde moram sua mãe, professora Roseli, e os demais familiares.

GABRIEL CRUZ GUILHERME
é o nome do anjo que estendeu suas asas sobre a vida de Ana Paula Silva Cruz e Lucas Alves Guilherme. O garotinho nasceu no dia 4 de outubro. Ainda pisando em nuvens, o empresário Armindo Tomaz da Cruz (Cocavel), avô materno , tem dito que o recém-nascido é tão quietinho “que nem parece que tem criança  em casa”. De sua parte,  Nilton Mário Pavan Alves,  que está estreando de bisavô paterno, flutua, em estado de graça  em  Mirassol d’Oeste-MT.

MANOEL PAZ LANDIM
voltou com tudo ao batente após uma pausa para repaginação e ampliação de sua  clínica de cardiologia, na Rua 3. Quem também tem sala naquele espaço de cura, trabalhando como nutricionista, é Lívia Paz Landim, sua prima. A propósito de Manoel, o excesso de  modéstia o inibe de divulgar que ele,   viaja duas vezes por semana para São José do Rio Preto onde integra uma equipe de pesquisas sobre hipertensão na Famerp e o corpo docente do curso de medicina da Faceres. 

PADRE VALDAIR RODRIGUES,
vigário da Catedral, passará os próximos 10 dias fora da cidade. Através da Évora Turismo, ele vai percorrer o chamado circuito religioso, visitando a Terra Santa (Israel), Roma (Vaticano) e Fátima (Portugal).  

REGINALDO TEIJI GAMBA
permanece fiel às origens. Economista jalesense radicado no Rio de Janeiro, onde é sócio de uma operadora de câmbio, ele veio a negócios, dia desses, em São José do Rio Preto, onde pretende instalar filial de sua empresa, entregando o comando a Marco Prandi amigo de infância, atualmente morando em Nhandeara.Aproveitando a viagem, Teiji fez um pit stop em Jales. Apesar de morar no Rio,ele integra o grupo de pescadores “Estranhos no Ninho”, que viaja todo ano para o Pantanal.