Geral

Falta de público é criticada em manifestação a favor do governo e do ministro Sérgio Moro

Um grupo de jalesenses de cerca de 100 pessoas, mais uma vez se reuniu na Praça João Mariano de Freitas para uma manifestação a favor do Governo Bolsonaro, do Ministro da Justiça, Sérgio Moro, da Operação Lava Jato e em defesa das medidas que estão sendo implementadas ou discutidas no Congresso Nacional que foi muito criticado.
Como na manifestação anterior, não faltaram discursos inflamados de boa parte dos participantes e até alguns palavrões contra a oposição e a mídia, nas falas defendendo o fim da corrupção e a favor da moralização da política.
A concentração que estava convocada para as 9h30 começou pouco depois das 10 horas e desta vez teve uma maior divulgação, com carro de som percorrendo as ruas de toda a cidade durante três dias e inclusive no domingo antes da reunião, além intensa convocação nas redes sociais, convidando a população para participar.
Mesmo com toda essa movimentação, o público não compareceu e essa ausência também foi muito criticada pelos presentes. Também não faltaram críticas à ausência dos políticos locais que preferiram não participar, mantendo-se neutros em relação ao movimento. 
Desta vez os participantes se concentraram de frente para o coreto da praça, com mais cartazes, faixas e bandeiras do que na mobilização anterior.  Depois dos discursos, um grupo que ficou até o final decidiu encerrar fazendo uma oração pelas causas defendidas.
Paulo Eduardo da Silva, um dos organizadores do movimento, disse que apesar do pequeno público, o importante é que Jales, mais uma vez não ficou de fora dessa nova manifestação que aconteceu em todo o país.
Desenvolvido por Enzo Nagata