Fique Sabendo

EXPLOSÃO – A matéria publicada pelo Jornal de Jales sobre o gesto do jalesense Danilo Zanini...

EXPLOSÃO – A matéria publicada pelo Jornal de Jales sobre o gesto do jalesense Danilo Zanini, investidor profissional na Bolsa de Valores de São Paulo, doando R$43 mil à Santa Casa de Jales e mais R$3 mil em fraldas, explodiu na edição digital gerando impressionantes 8.945 visualizações, 124 curtidas, 17 comentários e 26 compartilhamentos.

OLHO NELE – A direção da Ordem dos Advogados do Brasil-Seccional de São Paulo distribuiu nota à imprensa informando que caberá ao Conselho de Ética e Disciplina examinar e julgar a conduta do advogado Frederick Wassef. Como se sabe, Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro ao tempo em que era deputado estadual no Rio de Janeiro, foi preso em imóvel de propriedade do advogado em Atibaia, onde supostamente funcionava um escritório de advocacia. A convite do Ministério Público Estadual, representantes da OAB acompanharam o cumprimento do mandado de prisão de Queiroz. Os homens fortes da OAB/SP são o presidente Caio Augusto Silva de Souza (presidente) e o jalesense Aislan de Queiroga Trigo (secretário-geral).   

INCERTEZAS - Aquela turma que tradicionalmente tira uma casquinha dos candidatos à Prefeitura e Câmara Municipal “trabalhando” como cabos eleitorais ou nas assessorias vai ter que segurar a onda mais um pouquinho. Na semana que passou, o meio de campo continuou embolado, sem definição de data para as eleições municipais previstas, antes da pandemia, para 4 de outubro.

CAUTELA...- Segundo os grandes jornais, um grupo de médicos e cientistas discutiu na manhã de terça-feira, dia 16, a necessidade de adiamento das eleições municipais por causa da crise do novo coronavírus. Eles se reuniram de forma virtual com os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia e com outros parlamentares. O encontro foi organizado pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso. A opinião unânime deles é a de que o pleito precisa ser adiado, de outubro para novembro ou até dezembro. Falou-se em 15 de novembro (1º turno) e 6 de dezembro (2º). Ou, em outra hipótese, 6 e 20 de dezembro.  

....E CALDO DE GALINHA... – Durante a reunião virtual, o físico Roberto Kraenkel, coordenador do observatório Covid-19, opinou que o adiamento permitirá que o país ganhe tempo e que talvez a situação até o fim do ano esteja mais controlada. Junho e julho, acrescentou, serão críticos para a situação epidêmica do Brasil e é possível que haja um repique de casos de Covid-19 até mesmo em agosto.  

...NÃO FAZEM MAL – Já o biólogo Átila Iamarino afirmou que há outros fatores que podem influir na curva epidêmica, como a sazonalidade, e que o coronavírus pode se comportar como outros vírus respiratórios, que se disseminam mais em determinadas estações do ano. Participaram da reunião também os infectologistas David Uip e Esper Kallás, o sanitarista Gonzalo Vecina Neto e os epidemiologistas Paulo Lotufo e Ana Ribeiro. Ou seja, só gente do ramo. E cabeças coroadas da ciência.  

MEMÓRIA – A comemoração dos 10 anos de instalação da Unidade de Jales do Hospital de Amor, tema de editorial na edição passada, comporta alguns complementos absolutamente necessários. Um deles sobre a Fundação Dr. Masaru Kitayama presidida na época por Alessandro Ramalho Flausino, cuja participação foi importantíssima em todo o processo, inclusive na entrega do projeto do hospital a autoridades estaduais e federais. Outro que trabalhou duro foi o médico Mário Okanobo, vice-presidente da Fundação e presidente da Unimed de Jales, dona do hospital em construção.   

MEMÓRIA (2) – Quem também se movimentou nos bastidores foi o empresário e ativista comunitário Durvalino Gouveia, que tinha bom trânsito na administração Humberto Parini. Foi ele quem convenceu um ilustre hóspede de seu hotel , o então deputado estadual José Dilson, famoso por suas participações como médico no Programa do Ratinho, a viabilizar R$450 mil sob a forma de emenda parlamentar para o funcionamento do ambulatório da Fundação jalesense, nas dependências do prédio inacabado, embrião da futura unidade posteriormente vinculada a Barretos.   

PARCERIA – Quando se fala em 10 anos de Hospital de Amor, é imprescindível lembrar a atuação do Rotary Clube de Jales Grandes Lagos. A ex-presidente Suely Zambon, que depois se tornou coordenadora da Comissão de Assuntos Humanitários daquele clube de serviço, moveu céus e terras para, em parceria com clubes brasileiros e do exterior, viabilizar recursos para aquisição de equipamentos de alto valor. A equipe do Grandes Lagos sempre trabalhou em parceria com a AVCC.

BEM-VINDA – A se julgar pela repercussão do artigo “Você é racista?” publicado na edição de domingo passado, dia 14, na página 1-7, a advogada Adriana Monteiro Sanches de Lima vai ter leitores cativos neste jornal. O texto, inserido tanto na edição impressa quanto na digital, teve forte impacto entre os leitores. Na web, por exemplo, o artigo gerou 1.250 visualizações, além de 4 comentários (todos elogiosos), 7 compartilhamentos e 6 curtidas.    

QUEM É – A advogada Adriana tem atuação na defesa dos direitos humanos, das mulheres e da população afrodescendente. Ela e o marido Fernando Antonio de Lima, juiz de direito titular do Juizado Especial da comarca, são autores do livro “Hermenêutica Tributara- A proteção dos contribuintes”, cujo texto de apresentação foi escrito pelo ministro Marco Aurélio de Melo, do Supremo Tribunal Federal, com prefácio do advogado Roque Antonio Carraza, Professor Titular de Direito Tributário da PUC/São Paulo.  

Desenvolvido por Enzo Nagata