Fique Sabendo

ESTRELA – Não será surpresa para esta coluna se o professor Luís Especiato se licenciar do cargo

ESTRELA – Não será surpresa para esta coluna se o professor Luís Especiato se licenciar do cargo de diretor concursado de escola de tempo integral na rede estadual de ensino para disputar a Prefeitura de Jales.Os petistas acreditam que, com três mandatos de vereador no currículo, ex-presidente da Câmara , bom de gogó e disposição para o corpo-a-corpo, Especiato, dependendo do quadro, tem chance de embolar o meio de campo.

SINAIS DE FUMAÇA – Na manhã de quinta-feira, dia 23, como faz sempre que está na cidade, o pecuarista Devanil Papala Rossafa foi trocar um dedo de prosa, com direito a cafezinho, no açougue do amigo Luís Longo. Corintiano e, como tal, feliz da vida com a vitória do Timão na noite anterior sobre o Palmeiras, Deva puxou conversa com um dos clientes sobre política. E, no final do rápido papo, deixou uma enigmática frase solta no ar: “dentro de uns 15 dias vai ter novidade na política de Jales. Pode anotar aí...”. Vale lembrar que o pecuarista, sempre muito discreto, é filiado ao DEM desde que o partido se chamava PFL.

 LIGAÇÃO DIRETA – Por falar em novidades, a coluna apurou que um grupo de jalesenses foi recebido em Brasília pela deputada federal Carla Zambelli (PSL), carne-e-unha com o presidente Jair Bolsonaro. Na pauta, assuntos de interesse da comunidade para a solução dos quais a deputada prometeu se empenhar. A propósito, segundo o jornal O Estado de S. Paulo, Carla estaria escalada pelo Planalto para articular o lançamento de candidatos alinhados nas eleições municipais. Sabe-se que, depois que voltaram de Brasília, os bolsonaristas teriam sondado uma liderança cuja família tem fundas raízes na política local sobre eventual candidatura a prefeito.

SEM LOUCURA – Embora, segundo pesquisas confiáveis, o prefeito Flávio Prandi Franco esteja vivendo um bom momento em termos de avaliação de sua administração, não são poucos os simpatizantes que reclamem presença maior dele na cidade. Abordado pela coluna, Flá explicou: “como é que eu posso ficar por aí cuidando de política em plena pandemia? Eu faria isso só se fosse um louco. Não posso perder o foco. Sou prefeito de uma cidade centro de região e presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde. Preservar vidas vale muito mais do que ganhar eleições. Não quero passar para a história como irresponsável ”. E acrescentou: “além do mais, nossa administração está tocando R$ 25 milhões em obras”.

ÁGUA NA VEIA – Único pré-candidato declarado à Prefeitura em 15 de novembro, o empresário Luís Henrique Moreira (PSDB) disse à coluna que vem tocando sua pré-campanha nos limites da legislação eleitoral e do que o bom senso e as recomendações das autoridades sanitárias sugerem. Fora disso, ele tem contato permanente com lideranças partidárias que o apoiam, entre as quais, Fernando Fernandes, prefeito de Taboão da Serra, membro do Diretório Estadual do PSDB e marido da deputada estadual Analice Fernandes.

 VAR – Como um assunto puxa outro, o ex-vereador Rivelino Rodrigues, presidente do PP local, distribuiu nota à imprensa na semana que passou para esclarecer a situação do médico Ricardo Gouveia, pré-candidato a vereador pelo partido, mas que ainda estaria filiado ao PSL. Segundo a nota, a juíza eleitoral Maria Paula Branquinho Pini decidiu declarar excluída a vinculação de Ricardo com o PSL, o que o habilita a se candidatar pelo PP.

ESCALAÇÃO – Como nunca foi de perder a viagem, Rivelino aproveitou para divulgar a relação de filiados ao PP e que terão condições de disputar cadeiras na Câmara Municipal. A lista dele inclui os ex-vereadores Gilberto Alexandre de Moraes, Jediel Zacarias, Jesus Martins Batista e Daniel Garcia. Também estão no mesmo barco a professora Marynilda Cavenaghi Nacca, os advogados Adauto José de Oliveira (ex-presidente do PSDB de Dirce Reis) e Juliano Mattos e sua esposa Franciele. Outro nome que Rivelino atraiu para o PP foi o conhecido Valdomiro Brazão, ex-gerente da Nestlé em Jales.

LUGAR DE MULHER... – Licenciada da Delegacia de Atendimento à Mulher em Formosa-Goiás, a delegada de polícia Fernanda Lima está passando uns dias descansando na cidade natal ao lado dos pais Hilda e Oilson Lima e demais familiares. Conforme registrou esta coluna, Fernanda filiou-se ao “Solidariedade” e deverá disputar cadeira na Câmara Municipal daquela cidade, que tem 123 mil habitantes e 90 mil eleitores. Ela entende que, conquistando um mandato eletivo, terá mais condições ainda de ampliar o trabalho que já realiza e lhe valeu reconhecimento da Câmara Municipal de Formosa e da própria Assembleia Legislativa. A delegada tem o apoio da família toda, principalmente do irmão Fabrício, que está organizando uma força-tarefa jalesense para ajudá-la na reta final da campanha.

...É NA POLÍTICA – Por coincidência, na semana em que Fernanda confirmou a candidatura, a deputada federal Tabata Amaral, de 25 anos, eleita pelo PDT de São Paulo, lançou um livro com título instigante: “Nosso Lugar- o caminho que me levou à luta por mais mulheres na política”, pela renomada editora Companhia das Letras.


Desenvolvido por Enzo Nagata