jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

ESPECIAL: Mães, avós e bisavós

Belinha Fiod: “tudo vale muito a pena”
12 de maio de 2019
A matriarca Belinha Fiod foi mãe aos 26 anos
Maria Lisbella Moreira Fiod, 84 anos, professora em Educação Básica com curso de Pedagogia Plena, Habilitação em Administração Escolar e Supervisão foi mãe em 1961, aos 26 anos, um ano após se casar com o cirurgião dentista Edison Fiod, em Igarapava, terra de ambos. Eles tinham chegado em Jales em 1959 num tempo em que não havia telefone, asfalto e a luz elétrica estava sendo instalada.
Ela conta que a chegada da primeira filha, Maria Cristina, “trouxe muita alegria e felicidade que só a sensação de ser mãe pode nos causar”. Depois dela, vieram mais três filhos: Cláudia Helena, Edison Junior e César Augusto, que lhes deram 7 netos e atualmente 4 bisnetos.
Hoje, com a sabedoria de quem viveu mais de oito décadas, ela filosofa: “considero a vida como uma roda que gira a cada estação com suas alegrias, felicidades, prazeres e também preocupações, às vezes até sofrimentos”. Em seguida, completa: “mas tudo vale a pena”.
Enfatizando que a família está sempre reunida, inclusive almoçando juntos todos os domingos, ela conclui, gratificada: “se possível viveria tudo de novo”.