jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Escola de teatro pensa mais alto com a formalização do uso do Centro Cultural

por Luiz Ramires
23 de julho de 2018
A votação do projeto foi acompanhada pelos integrantes da ECCART e Escola Livre de Teatro
A aprovação do projeto de lei que dispõe sobre a cessão de uso, de forma gratuita, do Centro Cultural Dr. Edílio Ridolfo à ECCART – Associação Espaço Cidadania, Cultura e Arte de Jales, para o desenvolvimento de suas atividades vai permitir o uso daquele espaço com muito mais tranquilidade, como afirmou o diretor da Escola Livre de Teatro, Clayton Campos.
Clayton lembrou que há 28 anos a Escola Livre de Teatro vem realizando um trabalho intenso naquele local com cursos e formação de atores com muitos fazendo carreira inclusive em grupos internacionais, mas sempre existiu uma certa insegurança, pois a cada troca de prefeito não se tinha uma certeza da continuidade do uso do Centro Cultural pela escola.
Com essa formalização, a escola pode pensar mais alto, focando na busca de condições para realizar eventos importantes, como o Festival Nacional de Teatro que deverá retornar em 2019, como afirmou Clayton que espera um apoio maior, principalmente da iniciativa privada, em função dessa segurança oferecida pela aprovação do projeto.

RESPONSABILIDADES
Pelo projeto do Executivo, aprovado na sessão da Câmara do dia 16 de julho, segunda-feira, a ECCART fica responsável pela conservação das instalações, segurança, adaptações, direitos autorais, despesas com o serviço de telefonia e internet que venham a ser instalados nas dependências do Centro Cultural. A associação fica autorizada, por sua conta e risco, a promover cursos, espetáculos e apresentações, inclusive cobrar mensalidades ou ingressos de entrada, como forma de custeio de suas atividades.
Ao mesmo tempo, o município fica isento de quaisquer responsabilidades por danos decorrentes do desenvolvimento de atividades que a associação ocasionar a terceiros. Também fica assegurado ao município o direito de utilizar as dependências do Centro Cultural para eventos de sua promoção ou autorizados a terceiros, independentemente de anuência ou permissão da associação.