segunda 06 julho 2020
Geral

Empresários estão otimistas em relação a 2020

2020 será melhor ou pior do que 2019?
O Jornal de Jales ouviu alguns empresários da cidade sobre as perspectivas para o ano que está começando, fazendo essa pergunta a cada um deles. 
No geral, as respostas foram bastante otimistas, com esperanças renovadas em função principalmente de algumas mudanças consideradas importantes na economia do país, como as reformas já acontecidas ou que estão para acontecer, taxas de juros baixas e início de recuperação de vários segmentos.
Confira o que cada um respondeu:

Carlos Toshiro Sakashita (Rede Sakashita e Biscoitos Keleck)
2020 será melhor que 2019, sem dúvida alguma. Os próprios números já mostram que todos os setores estão em elevação.
Há muita confiança dos empresários e dos investidores externos.
Tudo isso gerará uma forte economia nos próximos anos e 2020 será marcado pelo início dessa mudança.

Carlos Eduardo Venturini (Venturini Mármores & Granitos/BVLX)
O ano de 2020 tem tudo para ser melhor que 2019, em vários aspectos.
O país está em uma retomada, com aumento da credibilidade econômica e uma maior confiança dos empresários. Acredito que nesse ano podemos voltar a crescer. 
Sinto que algumas tarefas de casa foram feitas, reformas importantes aprovadas e outras a caminho. Voltamos a olhar para frente como país.
Com a diminuição da Selic, a tendência é que os recursos se voltem para a produção, pois a renda fixa não tem rendimento satisfatório. Acredito em um grande aumento de investidores nas bolsas de valores do BRASIL e também em uma valorização imobiliária, respingando nas empresas do setor de construção civil que terá um aquecimento natural em 2020.

Fabrício Fuga (Fuga Couros)
Eu acredito que 2020 será melhor, falando numa perspectiva econômica. A economia começa a dar sinais de recuperação e com a baixa dos juros as empresas poderão voltar a investir em equipamentos e tecnologia para aumento da produção, o que pode gerar mais empregos.

Olício Bocchi (Regional Plaza Hotel/ Finny Fashion Lingerie Mareia Moda Praia)
Comparar 2019 com 2020 e fazer previsões de como será o desempenho é muito difícil.
Na minha opinião tudo gira em torno de decisões políticas. A equipe econômica do Presidente é bem coerente e pode tomar decisões acertadas como fazer uma boa reforma tributária. Nós empreendedores não aguentamos mais pagar tantos impostos.  Penso que 2020 não vai ser muito diferente de 2019. Será um ano razoável. Sem diminuição de carga tributária não haverá geração de empregos e vai continuar do jeito que está, usando o dinheiro que podia contratar, para pagar impostos pesados, principalmente na folha de pagamentos.  

José Antônio Guizzo (Guizzo Controle de Vetores e Pragas/Clínica Guizzo)
Com certeza 2020 será bem melhor que o ano que passou. A mudança de governo associada com a projeção dos economistas para a Selic a 4,5 % em todo ano de 2020 faz com que tenhamos confiança que será bom.
Temos que melhorar a produtividade e a qualidade dos produtos/serviços que produzirmos. A profissionalização máxima da empresa é necessária. O mercado está seletivo. Procura bons serviços com preços competitivos. Que venha 2020.

Sérgio Hernandes de Paula (Grupo Xingu)
O empresário brasileiro carrega uma pesada carga para produzir no Brasil. Os altos custos tributários, trabalhistas, falta de infraestrutura e segurança jurídica não cria um ambiente adequado para investir. Empreender no Brasil é quase uma insanidade... Entretanto há muitos anos a Xingu faz a sua parte para o desenvolvimento do País, com muito orgulho. Nosso grupo econômico que integra postos de gasolina, fazendas de pecuária e indústria de rações e sementes tem crescido cada vez mais, gerando empregos e renda para a nossa região.
Em 2020 o ambiente de investimentos será muito melhor pela boa condução da macroeconomia e será a base para o crescimento para os próximos anos.
Para o segmento de pecuária, no qual a Xingu está profundamente inserida, 2020 será um grande marco na consolidação em definitivo de uma atividade pujante que remunera adequadamente a cadeia produtiva.
Em 2020 a Xingu está passando por uma grande estruturação que será a base de seu grande desenvolvimento, visando o médio e longo prazo.
Então 2020 será um ano, para a Xingu e para o Brasil, de muitas mudanças e de grandes estruturações que serão a base de um novo ciclo virtuoso de desenvolvimento.

Clayton Fernando Ávila Chaves (Chiquinho Auto Posto e New Brand Trading Company Ltda)
Acredito que 2020 será um ano muito promissor para todos nós brasileiros. A expectativa de crescimento da economia aliada à reforma da previdência e à taxa Selic no menor patamar da história vai incentivar os empresários a investir nas empresas, aumentando a produção industrial e por consequência a geração de novos empregos.

Desenvolvido por Enzo Nagata