Geral

Emoção no velório e sepultamento de Marcos Silvério

O primeiro dia de 2021 não poderia ter sido mais triste em Jales. Na manhã daquele dia, tradicionalmente festivo, familiares, amigos pessoais e admiradores velavam o corpo do professor mestre Marcos Roberto Como a edição digital do Jornal de Jales noticiou às 19 horas e 57 minutos, o querido profissional da educação,palestrante especialista em marketing e autor de livro, falecera na véspera em função de problemas decorrentes da Covid-19, após 22 dias internado na Santa Casa de Jales.

O clima no velório era de absoluta consternação dado o grande conceito que Marcos, que já tinha sido radialista e diretor de revista, gozava na cidade e região.

Coube ao padre Valdair Rodrigues, amigo da família, ex-vigário da Catedral, recentemente transferido para Fernandópolis, presidir o ofício fúnebre.

Marcos deixa a esposa Andrea Limoni Silvério e os filhos Isabela, 15 anos, e Gustavo, 10. Seu corpo foi sepultado no Cemitério Nossa Senhora da Paz.


Desenvolvido por Enzo Nagata