jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Elektro entrega Plano Municipal de Gestão da Energia Elétrica para Prefeitura de Jales

A cerimônia oficializou o encerramento do Projeto Gestão Energética Municipal, da Elektro, em Jales.
08 de maio de 2017
Na sexta-feira (28) a Elektro entregou o Plano Municipal de Gestão da Energia Elétrica (PLAMGE) à Prefeitura de Jales. A cerimônia foi realizada na Associação Comercial e Industrial de Jales, às 9 horas, e contou com a presença de representantes da distribuidora de energia, do prefeito Flávio Prandi Franco, do Coordenador da Unidade de Gestão Energética Municipal, Fernando Santana Machado e demais servidores membros da UGEM e consultores da Facto Energy, empresa contratada pela Elektro para realização do projeto. 
A cerimônia oficializou o encerramento do Projeto Gestão Energética Municipal, da Elektro, em Jales. 
A Gestão Energética Municipal (GEM) constitui-se em um instrumento de gestão dedicado à racionalização das despesas com energia elétrica, e está alinhada à política de modernização administrativa da Prefeitura. “O objetivo da iniciativa foi desenvolver a cultura da eficiência energética no município”, afirmou Lucas Rafacho, Engenheiro de Desenvolvimento de Projetos da Elektro. O PLAMGE apresenta medidas e projetos de eficiência energética que, se implementados, reduzirão em até 10% o consumo de energia elétrica nos prédios públicos.

Sobre o GEM
 O GEM faz parte do Programa de Eficiência Energética da Elektro, e tem como finalidade incentivar o desenvolvimento de medidas que promovam a eficiência energética e o combate ao desperdício de energia elétrica. “O objetivo do projeto é desenvolver a cultura da sustentabilidade no município, mostrando sua importância para a Prefeitura, sociedade e meio ambiente”, explicou o Engenheiro de Desenvolvimento de Projetos da Elektro. O projeto faz parte do Programa de Eficiência Energética da Elektro, que investe anualmente parte de sua receita em ações de Sustentabilidade e de combate ao desperdício de energia elétrica conforme determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).