Artigo

E ai, vamos amarelar?

Sempre há uma saída! E por que não haveria?

No dia 10 de setembro celebramos o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. A data, estipulada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), tem o objetivo de trazer maior discussão sobre o assunto e sua conscientização, para que - principalmente – mais pessoas se esclareçam sobre essa pandemia e seu impacto negativo na vida da sociedade humana. Segundo a OMS, pelo menos 30% da população mundial vai passar por algum momento de depressão ao longo da vida. Infelizmente, nesse ano, o desafio de lutar pela vida será maior, visto estarmos envolto a uma pandemia mundial chamada Corona vírus, assinalando o COVID-19, que já matou 581 mil vidas, só no Brasil. Logicamente a prevenção contra a ideação suicida acontece o ano todo, ininterruptamente, porém, em setembro elegemos o mês de intensificação da conscientização. Nunca amarelaremos nesse propósito.

O número de óbitos autoprovocados é de 804 mil por ano, em média, são mortes prematuras que poderiam ser evitadas porque é possível preveni-las e não faltam ferramentas para isso. Contudo, as taxas continuam avançando, especialmente em países pobres e em desenvolvimento e num contexto de sofrimento extremo, potencializados pela presença do Corona vírus.

Infelizmente nossa região, Jales, não conta com o serviço de CVV, entretanto, nas regiões que possuem essa ferramenta as ligações para o número 188 são gratuitas a partir de qualquer linha telefônica fixa ou celular.

Falar da dor, procurar um amigo, um núcleo de atendimento, uma instituição religiosa, são ações simples que ajudam a contornar esse estado. Enfim permitir-se encontrar uma saída.

Algumas reflexões:

1- O primeiro erro com relação ao tema do suicídio e ideação suicida é não falar sobre ele.

2- Pensamentos de morte são uma coisa, ideação suicida é outra.

3- Estado depressivo é uma coisa, depressão é outra.

4- Lições de moral e julgamento não ajudam o depressivo.

5-Todo ato de autoextermínio tem relação direta com doença mental.

6-Autoisolar-se é sinal de alerta.

7- Desanimo emocional e tristeza constante são sinais de adoecimento psíquico.

8- Sempre é possível mudar o futuro de forma positiva,

9- Você não está sozinho.

10-Verbalizar as angústias é o primeiro passo para o tratamento.

11-Desenvolver o auto amor e a autoestima são medidas protetivas.

12- Fortalecer a Rede de Proteção e buscar atendimento especializado é a decisão mais corajosa que pode ser tomada. Afinal, amarelar por quê?

Jane Maiolo

(É professora de Ensino Fundamental, formada em Letras e pós-graduada em Psicopedagogia. Gestora de Educação Infantil, Formada em Psicanálise pelo Instituto Brasileiro de Psicanálise Contemporânea. Pesquisadora dos textos do Evangelho. Idealizadora do Simpósio anual Valorização à vida e projetos sobre setembro Amarelo. janemaiolo14@hotmail.com)