jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

DIA DOS NAMORADOS

Amigos de infância a um passo do altar
12 de junho de 2017
“A pirralha irmã do amigo” e “o primeiro paquerinha”, hoje formam este belo casal
Prestes a subirem ao altar no dia 8 de julho, exatamente na mesma data em que completam 3 anos de namoro, os empresários Renata Belini e Rafael Castilho são um casal da vida real, cujos caminhos se cruzaram na infância, seguiram por direções diferentes, mas voltaram a seguir lado a lado depois de muitos desencontros.Segundo Renata, ela e Rafael já eram conhecidos de longa data, inclusive, seus familiares também já se conheciam, o que facilitou muita coisa quando o casal se assumiu de vez. “Nos conhecemos desde de pequenos. O Rafael, além de ser amigo do meu irmão Fabio  e do meu primo, tinha os avós que moravam em frente à minha tia, então, ele sempre estava em casa ou por perto. O engraçado é que temos quase quatro anos de diferença e como ele era amigo do meu irmão, eu era vista como a pirralha da irmã do Fábio, e ele foi meu primeiro paquera, mas nem imaginava isso”, revelou Renata.
O tempo passou, mesmo ambos tendo algum contato, amigos em comum, inclusive a turma (que é praticamente a mesma de hoje), seus caminhos se descruzaram. Entre estudos, vestibulares, e depois faculdade, Rafael se formou em Administração, na Unijales e mudou-se para Rio Preto. Já Renata, foi para Campinas, cidade onde mora o irmão, afim de terminar os estudos, e posteriormente acabou se formando em Publicidade na PUC. 

REENCONTRO
Anos se passaram, ela se estabilizou em Campinas, criou uma confecção de roupas fitness e por lá viveu durante 12 anos.Rafael acabou retornando para Jales onde também administra uma empresa no ramo de confecção de roupas para o público masculino e divide seu tempo com sua paixão pela área publicitária (um grande ponto em comum do casal). “Nesse meio tempo tanto ele quanto eu tivemos nossas vidas, estudamos, nos estruturamos profissionalmente, mas os laços familiares sempre nos traziam a Jales. Em uma dessas vindas para Jales, estávamos em uma festa com a nossa turma, e o Rafa acabou demonstrando interesse, fazendo gracinha, e eu nem levei muito a sério, mas foi a partir dali que começamos a conversar. Quando retornei novamente para Jales, no último jogo do Brasil na Copa do mundo contra a Alemanha, foi um dia inesquecível para nós, foi a primeira vez que ficamos juntos e desde então, nunca mais nos separamos, retornei para Jales para nunca mais sair”, reveloua jalesense.
Para ambos o relacionamento fluiu naturalmente e como as famílias já se conheciam, foi só alegria, principalmente para os pais, o irmão Fábio e a turma, cuja torcida para que o casal ficasse junto, era grande. O pedido de casamento veio a somar, e foi uma decisão conjunta. “Foi uma decisão que fizemos juntos, e o Rafa me surpreendeu com uma caixinha com as alianças. A partir daí, começamos a preparar o casamento, e hoje, estamos com tudo bem encaminhado e praticamente pronto! Ufa! Agora, esse último mês, só cuidaremos de alguns detalhes e últimos ajustes. Para amanhã, nosso último Dia dos Namorados ‘solteiros’, não planejamos nada exatamente, mas com certeza um jantarzinho para marcar a data e comemorar essa nova etapa de nossas vidas”, finalizou Renata.