quarta 08 abril 2020
Saúde

Desempenho da UPA de Jales é bem avaliado em fiscalização do Tribunal de Contas

Atendimento preferencial para idosos e por classificação de risco, atendimento organizado e com cordialidade, boas condições da sala de espera (cadeiras, ar condicionado, ventilador,iluminação, entre outros) tempo médio de um minuto entre a chegada do usuário e o atendimento pela recepção da entidade, atendimento diferenciado para os casos com suspeita de dengue, zika, chikungunya e febre amarela, acessibilidade garantida às pessoas portadoras de necessidades especiais, banheiros adaptados para portadores de necessidades especiais , boas condições de assepsia nos banheiros, escala de jornada dos médicos em lugar acessível ao público, médicos e enfermeiros em seus postos de trabalho, responsável pelo setor de medicamentos com formação específica na área, medicamentos acondicionados de acordo com as normas e seguro, equipamentos em condições de uso, certificado de desinsetização, resíduos hospitalares separados por grupos (materiais especiais, gerais e infectados, entre outros) .
Por todas estas razões, Dimas Ramalho, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, após examinar relatório produzido pela agente de fiscalização Mariane Cardoso Gonçalves, aprovou o funcionamento da Unidade de Pronto Atendimento de Jales, mantida pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região de Jales, presidido pelo prefeito Flávio Prandi Franco. 
Também por meio de questionário aplicado em loco pelos técnicos do TCE, foi constatado que a UPA regional de Jales tem ampla aprovação dos usuários. 

TRANSFORMAÇÕES
Indagado pela reportagem, o diretor administrativo do Consirj, José Roberto Pietrobom, atribuiu a avaliação positiva da UPA às obras executadas a partir do segundo semestre do ano passado, inclusive acolhendo recomendações do Ministério Público Federal.
Aquele espaço de atendimento também investiu, além de obras físicas, em criterioso processo de humanização no tratamento aos usuários, conforme observaram Tatiane Falco Oliveira, diretora de planejamento e finanças, e Karina Santana de Freitas, enfermeira responsável técnica. 
“Ficamos muito felizes com esse resultado. Realizamos obras de reformas e adequação no espaço que atende centenas de pessoas de toda a região diariamente. Estamos felizes pelo fato de que as mudanças no atendimento humanizado estejam sendo percebidas pela população”, declarou o prefeito Flá.  

Desenvolvido por Enzo Nagata