jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Depois de 20 anos, mulher busca a justiça para reparar danos causados por enchentes

Essa situação vem provocando prejuízos como a perda de parte dos seus móveis e deterioração da própria residência, como ela afirma.
26 de maio de 2019
O valor da reforma da casa inundada pela lama em 2017 ainda deverá ser apurado pela justiça
Problemas de água ou lama invadindo casas ou destruindo parcialmente residências em épocas de chuva não é novidade, mesmo para quem vive em uma cidade do porte de Jales, onde esse tipo de situação costuma ser bem menor.
Acontece que se antes as pessoas sofriam com esse tipo de prejuízo sem tomar iniciativas de buscar seus direitos de indenização pelos danos causados em suas residências, isso começa a mudar com algumas decisões como registradas recentemente.
Um desses casos é o de uma senhora que mora próximo à Marginal do JACB que acompanha a Rodovia Jarbas de Moraes e que afirma sofrer com enchentes há mais de 20 anos, sem que a Prefeitura ou o DER (Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo) fizessem alguma coisa para conter as águas que correm pela área, quando chove muito e as galerias não dão conta de absorver.
Essa situação vem provocando prejuízos como a perda de parte dos seus móveis e deterioração da própria residência, como ela afirma. No pedido à justiça ela quer uma indenização de R$ 8,2 mil, além da realização de obras para conter as enchentes.

LAMA
Outro caso é o de uma mulher que reside no Jardim Alvorada e está exigindo na justiça uma indenização pela lama que invadiu sua casa em 2017, com a construção do Residencial Nova Jales II.
Ela quer que a Prefeitura e a Coelho Engenharia, responsável pela obra, paguem o prejuízo que teve na ocasião. A ação já foi julgada parcialmente procedente pelo juiz da 5ª Vara de Jales, Adílson Vagner Ballotti, que exigiu da Prefeitura e da construtora que paguem a reforma do imóvel, além de impor uma indenização de R$ 10 mil por danos morais causados à família.