Arquibancada

Defesa impecável e vantagem fundamental

Marcação, compactação e eficiência. Essas são as três melhores palavras para definir a grande vitória do Palmeiras diante do Grêmio, por 1 a 0, em Porto Alegre, no confronto de ida das quartas de final da Copa do Brasil.
Em uma noite que a tática pensada por Felipão acabou realizada perfeitamente, até Dudu, em alguns momentos, pareceu defensor. Mesmo assim a equipe alviverde não abdicou totalmente do ataque e poderia ter saído da Arena com uma vantagem até mais elástica.
O mérito do verdão no embate com os gaúchos ficou por conta da marcação no meio-campo, setor onde são criadas todas as jogadas do time de Renato Gaúcho. O bom passador Maicon e o motorzinho Matheus Henrique pegavam a bola e imediatamente já eram sufocados pela marcação dos paulistas. 
Na armação, Jean Pierry conseguia, no máximo, arriscar chutes de fora da área que não levavam perigo a meta de Weverton. Já Everton Cebolinha, aberto pelo lado esquerdo, acabou obrigado a sair do seu setor de origem, sufocado pela marcação de Marcos Rocha. O mesmo aconteceu com Alisson pela direita, diante do posicionamento perfeito de Diogo Barbosa.
A estratégia de jogo precisa do Palmeiras na partida e a marcação encaixada no meio-campo passou por Felipe Melo, pelo bem e pelo mal. Com posicionamento perfeito, o camisa 30 teve uma das suas melhores atuações na temporada, ganhou quase todas as divididas e ainda ajudou na saída de bola. Apesar disso, o volante acabou expulso em lance discutível e será desfalque na próxima terça-feira, no confronto de volta que será realizado no Pacaembu.
O destaque do ataque do Palmeiras fica para Dudu, mesmo com o golaço marcado por Gustavo Scarpa. O camisa 7 alviverde se movimentou muito, atormentou a defesa gremista, ajudou o setor defensivo e mostrou o motivo de nunca sair do time de Felipão.
Reforço para o segundo semestre, Luiz Adriano não apareceu tanto no jogo, mas incomodou a dupla de zaga formada por Geromel e Kannemann. O atleta tem tudo para resolver o problema da camisa 9 palmeirense.
Para a próxima terça-feira, jogando em casa, Felipão não pode posicionar a equipe para ficar na defesa, chamando o Grêmio para o ataque. O Palmeiras tem boa vantagem, porém o Tricolor não recebeu o apelido de imortal por acaso e certamente irá lutar muito pela classificação.

Eduardo Martins 
 (jalesense, aluno do 3° ano de jornalismo da PUC-Campinas) 
Desenvolvido por Enzo Nagata