domingo 12 julho 2020
Leitores

Coronavirus e Dengue

az parte de nossa humanidade a apreensão quando surgem doenças desconhecidas com fama de mortais que causem tanto pavor e, portanto, exigem, cuidados. É a nova “peste” mundial – CORONAVIRUS, que vem alarmando nosso país. Também deve ser considerado muitas vezes,  falta de informação mais concreta da própria mídia, que espalham um terrorismo desenfreado. Sabemos da gravidade, mas é pura cafonice, apesar de que estatisticamente falando já temos casos de pessoas infectadas e uma morte.  Pessoas já estão usando máscara hospitalar, como se fosse um adereço chique, tapando sua boca com essa faixa branca achando que fica mais sexy que a touca ninja. 
Para conter essa infecção somos orientados a nos proteger desse contágio, lavando nossas mãos várias vezes ao dia e é um hábito que deveria ser de toda a vida, sem nenhum alarde. 
Cenas de pessoas dirigindo seu próprio carro, sozinhos, usando máscaras, com vidros fechados, ar condicionado ligado, vidro fumê e assim vai. Entendo que essa pessoa está se protegendo de si mesmo, só pode ser. Que tal voltarmos nossa atenção para uma conhecidíssima de todos que é a DENGUE? Está lembrado dela? Pois é, o maldito mosquito Aedes Egypt vem provocando estragos pelo Brasil afora, espalhando uma moléstia assassina, e que se comparando ao Coronavírus, é bem mais fácil de controlar. Mas lavar os vasos, trocar águas, fazer limpeza no quintal, não é chique, é trabalho sujo. 
Temos que nos focar na DENGUE também. Estatisticamente falando no ano passado – 2019 – foram confirmadas, 754 mortes, ficando atrás apenas do ano de 2015, o de pior epidemia já registrada neste país. O número de infectados dessa doença já ultrapassa 1,5 milhão. Isso é grave, sério, mortal. Dias atrás, acompanhando informações nas redes sociais, deparei-me com a história de um senhor bem de vida, rico, que estava voltando de uma viagem da Itália, que felizmente tem recursos suficientes para se tratar no Hospital Albert Einstein e ficar de quarentena em sua confortável casa. Mediante isso sabe que todos deveríamos fazer? Para ele e sua família desejar muita saúde e a todos nós tocarmos nossas vidas sem pânico.

Osmar Gabriel
(Corretor de Imóveis//RG 8.320.382)
Desenvolvido por Enzo Nagata