jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Comerciante reivindica direito de embelezar frente dos estabelecimentos

O apelo, em forma de vídeo, foi feito no Instagram , pela comerciante Michele Franco Ferreira da Silva, proprietária da Versátil Boutique, na Rua 10.
24 de setembro de 2017
A comerciante diz que tentou colocar um banco construído com muito bom gosto, mas foi informada de que era proibido
Jales é uma cidade centro de região e por esta razão deve estar preparada para receber os visitantes de forma aconchegante e acolhedora, especialmente  no chamado perímetro comercial.
Para tanto, os comerciantes devem ter o direito de usar o espaço público em frente a seus estabelecimentos para, com investimentos próprios, tornar a cidade mais bonita. 
O apelo, em forma de vídeo, foi feito no Instagram , pela comerciante Michele Franco Ferreira da Silva, proprietária da Versátil Boutique, na Rua 10.
Ela acha que se os comerciantes tiverem a liberdade de, por exemplo, colocar vasos ou bancos nas calçadas ou nas ruas, além de plantar árvores,  a cidade ficará com outra cara, o que certamente encantará os consumidores.
“Afinal de contas, Jales depende em grande parte do comércio, que é o segmento que mais emprega na cidade”, complementou Michele, quinta-feira, ao Jornal de Jales
Ela lembrou que, assim que inaugurou sua loja, colocou um banco muito bonito na frente , mas foi advertida de que aquilo não era permitido.
Michele também informou que já teve um diálogo inicial com o engenheiro Niltinho Suetugo, secretário municipal de Planejamento, que prometeu estudar uma fórmula de adequar a legislação municipal às necessidades dos consumidores, cada vez mais exigentes.
Ela encerra o vídeo mostrando imagens da Rua Oscar Freire, em São Paulo, repleta de espaços públicos ocupados para receber os consumidores

FOTOS: Josiane Bomfim