sexta 05 junho 2020
Editorial

Clara, Morena e Linda

 

Para desgosto daquela meia dúzia de fracassomaníacos  que adoram desqualificar o lugar onde moram, o Jornal de Jales, com alguma freqüência, procura valorizar instituições que fazem diferença e que colocam a cidade um patamar acima em relação à vizinhança.
Uma dessas ilhas de excelência está situada longe dos holofotes,  no bairro rural da Barra Bonita, às margens da rodovia Jarbas de Moraes, que liga Jales a Santa Albertina.
Trata-se da Estação Experimental de Viticultura Tropical da Embrapa, ligada funcionalmente à Embrapa Uva e Vinho de Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul.
Na Estação de Viticultura Tropical de Jales  trabalham pesquisadores, todos com titulação,  cujos estudos e experiências são repassados para produtores de uvas das regiões do país de clima  semelhante ao nosso.  
Silenciosamente, tais pesquisadores desenvolveram ao longo dos últimos  anos três variedades de uvas sem sementes — Clara, Morena e Linda—  cujos cultivares já estão sendo transacionados, com a devida proteção intelectual, a países da América Latina, Europa, África e Ásia.
Pois bem, a história de Clara, Morena e Linda foi parar na edição de 31 de agosto da revista VEJA, que circulou na semana que passou, por conta da reportagem especial intitulada “Brasileiros que mudaram as regras do jogo”.
Em 17 páginas, VEJA apresenta 50 histórias de sucesso de brasileiros (vivos)  cujas idéias, inventos e aperfeiçoamentos resultaram em grandes  passos.Há destaques em diversas áreas de atuação: ciência, ambiente, tecnologia, cotidiano, agropecuária, saúde, esporte, cultura, indústria e finanças.
Entre celebridades como Pelé, João Gilberto, Adib Jatene, Miguel Nicolelis, Mayana Zatz, figura o nome do engenheiro agrônomo Umberto Camargo,  um dos responsáveis pela estruturação da Estação da Embrapa em nosso município.
A revista atribui a Camargo— que circulou muito na cidade nos últimos 20 anos— e integrantes de sua equipe, alguns dos quais ainda estão em Jales, o desenvolvimento das variedades de uvas sem sementes como Clara, Morena e Linda, cuja criação foi anunciada em nível nacional em 2004, em solenidade realizada na Barra Bonita., conforme registrou na época o J.J.
O reconhecimento da revista de maior tiragem do Brasil ao trabalho de Umberto Camargo e equipe pela criação das variedades Clara, Morena e Linda é, por extensão, o certificado que faltava para confirmar o status de “ilha de excelência” que o J.J. sempre deu à instituição implantada em Jales nos anos 90.
Orgulhemo-nos da Embrapa-Jales! 
Desenvolvido por Enzo Nagata