jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

CENTRO MÉDICO – Não será surpresa para esta coluna se, dentro de três ou quatro meses, um grupo de qualificadíssimos oncologistas instalar clínica especializada em Jales.

Fique Sabendo
11 de agosto de 2019
O vice Garça fica na cadeira de prefeito durante a semana de férias de Flá
CENTRO MÉDICO – Não será surpresa para esta coluna se, dentro de três ou quatro meses, um grupo de qualificadíssimos oncologistas instalar clínica especializada em Jales. O grupo, de alto nível, é composto por especialistas em cirurgia oncológica, mastologia, aparelho digestivo, urologia e cabeça e pescoço.A concretização do projeto reforçará a condição de Jales de cidade centro de região também no atendimento médico.  

TROCA DE GUARDA – O prefeito Flávio Prandi Franco tira seis dias de férias a partir de quarta-feira, dia 14, até dia 20.  Autorização neste sentido já foi dada pela Câmara Municipal. Neste período, a cidade será administrada pelo vice Garça que, por sinal, está por dentro de tudo já que frequenta o Paço Municipal diariamente. 

FISCAL – Alguns aliados políticos do prefeito estranharam publicação nesta coluna, na edição de 14 de julho, de foto da visita dele ao Posto Universitário. Afinal, o novo gestor do estabelecimento é o vereador Tiago Abra, ácido crítico da administração municipal. Um dos correligionários resolveu tomar coragem e interpelou o prefeito sobre aquelas mesuras. A resposta veio de bate-pronto: “eu nunca tive nada contra o Tiago. Claro que não concordei com algumas de suas críticas, mas entendo que,  como vereador, ele tem o direito de fiscalizar a administração. E, por outro lado, como prefeito, é meu dever incentivar todo aquele que investe na cidade”.

PEITO ABERTO – Ainda de acordo com o relato do interlocutor do prefeito, Flá teria aproveitado a oportunidade para fazer um pequeno desabafo: “independentemente de eu gostar ou não do que foi dito por ele, tenho que reconhecer que o Tiago sempre criticou a administração de peito aberto. Ele nunca foi de dar o tapa e esconder a mão. Até onde eu sei, ele nunca escalou laranjas para nos atacar e nunca pagou ninguém para me ofender ou ofender minha família”. Procurado pela coluna, o prefeito preferiu não confirmar nem desmentir o relato do leitor.

URNA ELETRÔNICA- Em visita de cortesia à redação deste jornal na última terça-feira, dia 6, o empresário Luís Henrique Moreira (Podemos), que estava acompanhado do assessor José Ângelo Caparroz Vieira,  voltou a garantir que ainda não definiu se  será candidato a prefeito na eleição do ano que vem ou a deputado estadual em 2022. Ele admitiu que fica em uma espécie de saia justa quando é questionado sobre a decisão a ser tomada. “Se eu disser com tanta antecedência que sou candidato a deputado, alguém pode achar arrogância ou que estou desprezando o mandato de prefeito. E se eu disser que vou disputar a prefeitura, não faltará quem  espalhe que vou usar a eleição municipal como escada para me eleger deputado  ”, explicou.

BLOCO NA RUA- Luís Henrique, que foi o candidato a deputado estadual mais votado em Jales na eleição do ano passado, disse que uma decisão já está tomada: seu grupo político vai disputar as eleições do ano que vem. E deu até números: serão 75 candidatos a vereador, sendo 50 homens e 25 mulheres, distribuídos por cinco partidos. Por enquanto, três agremiações já estão sob controle —Podemos, PP e PSD. Vale lembrar que a nova legislação eleitoral proibiu coligações para as eleições proporcionais (vereadores e deputados).

PONTES-  Indagado se eram verídicos os rumores de tratativas com o PSDB, o empresário apenas sorriu. Mas, fez uma revelação. Dias atrás, procurou o vice-prefeito Garça (PMDB) e se desculpou por ásperas críticas feitas em entrevista no rádio um dia após a apuração da eleição do ano passado, inconformado com o apoio dado  ao deputado estadual Itamar Borges,  companheiro de partido. Segundo LH, a conversa com Garça foi testemunhada por emedebistas da velha guarda como João Missoni, Jediel Zacarias e Paulo César da Silva e pelo vereador Chico do Cartório.    
 
SUS UNE O BISPO... - O bispo diocesano de Jales, Dom Reginaldo Andrietta, aproveitou a homilia da missa de domingo passado, dia 4, na Catedral, para alertar os fiéis sobre a importância da Conferência Nacional de Saúde que começaria no dia seguinte, em Brasília. Depois de elogiar o interesse dos participantes  nas reuniões preparatórias em nível municipal e regional, ele fez uma enfática defesa do Sistema Único de Saúde.

...E O EMPRESÁRIO- Por coincidência, pouco mais de uma hora depois, quem falou sobre o SUS na hora do cafezinho com os amigos em uma padaria da cidade foi o empresário José Pedro Venturini. Ele voltou a repetir o que já disse inúmeras vezes quando era  provedor da Santa Casa: “o SUS é um pote de ouro. 70% dos pacientes da Santa Casa são usuários do SUS”.  

CONVERGÊNCIAS- A propósito deste assunto, a jalesense Márcia Pinheiro postou em suas páginas nas redes sociais imagens de sua participação na Conferência Nacional de Saúde.Uma das imagens postadas foi com o jalesense José Célio Martini, delegado da região no encontro.

TUDO A VER – Márcia é Assessora Técnica-Gestão do Trabalho e da Educação do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde. Antes, foi assessora da Organização Pan-Americana de Saúde.Ela tem mestrado em Saúde Coletiva pela  Universidade de Brasília.