jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

Câmara aprova contas da Prefeitura de 2016 por unanimidade

por Luiz Ramires
15 de julho de 2019
O ex-prefeito Pedro Callado acompanhou a votação ao lado do ex-vereador Maurinho Enfermeiro
Por 10 votos a 0 a Câmara Municipal aprovou, na sessão ordinária desta quarta-feira, dia 10 de julho, o Parecer Prévio do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, favorável à prestação de contas e ao balanço geral do exercício de 2016 da Prefeitura de Jales, quando o prefeito era Pedro Manoel Callado Moraes.
Callado acompanhou toda a sessão do plenário da Câmara, mas não quis se manifestar durante a votação. Depois, em entrevista fez questão de agradecer os servidores municipais que como afirmou, foram os verdadeiros responsáveis pela forma com que os trabalhos da Prefeitura foram conduzidos, sem qualquer deslize que pudesse comprometer as contas públicas que acabaram sendo aprovadas sem ressalvas, pelo Tribunal.

PERÍODO DIFÍCIL
Callado lembrou que foi um período muito conturbado, quando a administração teve que enfrentar muitos problemas, não só com a cassação da ex-prefeita Eunice Mistilides, mas com uma queda de receita em 2015, quando se esperava um aumento, o mesmo acontecendo no ano seguinte.
Mesmo assim, foram pagas as dívidas de restos a pagar que estavam empenhadas, sem descontos e sem correção monetária. Só não foram pagos os débitos que não tinham empenho.
O ex-prefeito também agradeceu a compreensão dos vereadores que entenderam a situação difícil do município quando ele ocupou a Prefeitura durante um ano e 10 meses. “As ruas estavam esburacadas e não puderam ser melhoradas, mas as dívidas foram pagas, com uma economia de R$ 5 a R$ 6 milhões por ano para o município, dando condições para se fazer financiamentos para as melhorias para o município.” Esses financiamentos chegaram a R$ 8 milhões, no período em que foi prefeito, como afirmou.
Alguns vereadores se manifestaram durante a votação, destacando o trabalho do ex-prefeito que como afirmaram, soube enfrentar um período difícil da administração municipal, atendendo todos com muita atenção, procurando resolver os problemas apontados, sempre que possível. 

Jocelia assume como vereadora para votar as contas da Prefeitura

A segunda suplente da Coligação DEM/PRB/PSD, Jocelia Cabrini dos Santos Lima disse se sentir honrada em participar de uma sessão da Câmara em um momento importante quando se votava o Parecer Prévio do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, referente à prestação de contas e ao balanço geral do exercício de 2016 da administração municipal.
Jocelia assumiu no lugar do presidente do Legislativo, Nivaldo Batista de Oliveira que não pode participar da votação, por ter sido prefeito durante cinco dias, nesse período. O primeiro suplente, Jesus Martins Batista ficou impedido de assumir o cargo, por ocupar função pública, como assessor do deputado federal Fausto Pinato.
Em entrevista, Jocelia destacou a importância de participar de uma sessão como esta e agradeceu os 356 votos que obteve nas últimas eleições para representar toda a comunidade no Legislativo.
Ela também se disse muito honrada em representar as mulheres jalesenses contribuindo para levar a harmonia em qualquer ambiente e mais ainda na Câmara, onde se discutem as questões do município. Ela assegura que se sente preparada para ocupar uma vaga como vereadora, se for novamente convocada. (LR)