jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

Boa produção promete incrementar a Feira da Uva e do Mel

por Luiz Ramires
02 de junho de 2019
Os detalhes da feira são discutidos em cada reunião da comissão organizadora
Os organizadores da 14ª Feira do Agronegócio da Uva e do Mel esperam reunir um bom número de produtores, como aconteceu no ano passado quando cerca de 130, das cidades de Urânia, Palmeira d’Oeste, Vitória Brasil, Santa Salete, Aspásia e Jales participaram do evento, mostrando e vendendo seus produtos.
A feira acontece nos dias 13 e 14 de setembro, na Praça Dr. Euphly Jalles e a expectativa otimista também se explica pelo fato dos produtores de uva e de mel esperarem para este ano uma boa produção, tanto em quantidade quanto em qualidade, como informou a engenheira agrônoma da Prefeitura de Jales, Silva Andreu Avelhaneda Pigari.
Silvia lembrou que no ano passado a feira reuniu os melhores viticultores da região que tiveram a oportunidade de expor suas produções em caixas e cachos para apreciação do público. A feira expôs variedades de uvas, como a Benitaka, Rubi, Itália, Niágara e Vitória, premiando os especialistas pelo cultivo de acordo com cada espécie por categoria. Além das uvas, o público pode contar com variados produtos a base de mel, degustar e comprar vinhos e embutidos. E todo esse sucesso deve se repetir na edição deste ano. 

UVA
Segundo o engenheiro agrônomo e pesquisador da Embrapa Uva e Vinho de Jales, Reginaldo Teodoro de Souza, a condução das videiras na região de Jales no ano de 2019 está transcorrendo dentro da normalidade, com alguns problemas já conhecidos e bem contornados pelos produtores, relacionados ao manejo de doenças devido às condições climáticas nem sempre favoráveis e à falta de fertilidade em alguns pomares principalmente nas primeiras podas das uvas finas. No que se refere à qualidade das uvas, as expectativas são excelentes. Em relação às uvas rústicas, as primeiras podas geram boa expectativa de produção, havendo problemas apenas se a entrada das primeiras frentes frias prejudicar a brotação da cultivar Niágara Rosada.

MEL
O apicultor Sérgio Aparecido Ribeiro, produtor de mel desde 1992, falou sobre a produção. “Nossa produção permanece estável na nossa região. Alguns apicultores deixaram a atividade, mas outros iniciaram a criação de abelhas mantendo a estabilidade do negócio. O preço também permanece estável há pelo menos uns dez anos, sendo vendido a valores que variam entre R$25,00 a R$30,00 o quilo para o consumidor final”. 
Em Jales, segundo Sérgio, existem mais de 20 apicultores produzindo entorno de 10 a 12 toneladas de mel por ano. “Acredito que em toda a região existam mais de 60 produtores em plena atividade”, informou o apicultor.
Na Feira da Uva e do Mel serão comercializados diversos produtos derivados do mel: favos, sachês, própolis, pólen, geleia real, mel em litro e  até caixas de abelhas para os interessados em iniciarem a atividade.