jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Blitzes do CREA-SP começam pela região

por Luiz Ramires
25 de fevereiro de 2019
A equipe de fiscais do CREA-SP passou uma semana realizando uma intensa fiscalização na região
Sete municípios da região de Jales foram fiscalizados pelo CREA-SP na primeira blitz do ano no Estado, que terminou no dia 15 de fevereiro e envolveu mais de 40 municípios das regionais de Araçatuba e São José do Rio Preto. O lançamento foi em Araçatuba onde também deverão ser apresentados os resultados dessa primeira fiscalização, nos dias 5 e 6 de abril.
Na região de Jales, a blitz contou com apoio da Associação dos Engenheiros, presidida pelo engenheiro civil Fábio Andreu de Aro. Ao contrário do ano passado, quando a região de Rio Preto foi a última do Estado a fazer a blitz que envolveu apenas o segmento de meio ambiente, este ano, além de ser a primeira, cobre todas as câmaras especializadas. O chefe da UGI - Unidade de Gestão de Inspetoria em Jales, engenheiro civil Agnaldo Vendrame, lembrou que são oito câmaras: Agronomia, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica e Metalúrgica, Engenharia Química, Engenharia de Agrimensura, Engenharia de Segurança do Trabalho e Geologia e Engenharia de Minas.
Os municípios fiscalizados na área da UGI de Jales foram Jales, Auriflama, Palmeira d’Oeste, Santa Fé do Sul, Vitória Brasil, Populina e Turmalina. Agnaldo informou que na sequência, até julho, todos os 25 municípios incluídos na área da UGI de Jales deverão ser fiscalizados.
Desta vez, o número de notificações nos sete municípios foi muito baixo, provavelmente em função do pequeno período entre a fiscalização do ano passado e esta, quando as empresas ficam mais atentas.

HOSPITAIS
Em Jales, a fiscalização incluiu os dois hospitais, onde, para surpresa da equipe, nenhuma irregularidade foi encontrada, ao contrário do que normalmente acontece em outros hospitais. O chefe da UGI elogiou as administrações dos dois hospitais, dizendo que chamou bastante a atenção da equipe o fato de estarem com tudo regularizado, inclusive quanto à documentação e procedimentos que devem ser cumpridos.
Isso, segundo Agnaldo, mostra que as administrações desses hospitais estão bem atentas às necessidades profissionais e da atuação do técnico de cada área específica.

EQUIPE
O chefe da UGI também destacou a atuação do agente fiscal em Jales, Edson Hideki Mori que tem feito um trabalho importante, tanto na seleção das empresas a serem fiscalizadas quanto no apoio à equipe de fiscais que na sua avaliação ultrapassaram a fronteira da fiscalização, respeitando sempre as orientações de CREA, com muito respeito aos fiscalizados, procurando sempre orientar, antes de punir.
Além do apoio da AERJ, o trabalho conta com todo suporte logístico da diretoria do CREA-SP, presidida pelo engenheiro Vinicius Marchese Marinelli, inclusive com viaturas novas e com deslocamento de equipes de outras regiões. O mesmo acontece em relação à Regional de Rio Preto que tem como gerente o engenheiro agrônomo José Paulo Saes.