jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

BEM-VINDA – Quase ninguém soube, mas a primeira-dama do Estado, Lu Alckmin, pernoitou em Jales na última quarta-feira, dia 18 de outubro ...

Fique Sabendo
22 de outubro de 2017
A primeira-dama do Estado, Lu Alckmin, na foto com o vice-prefeito Gaça e Ana Maria, Glauciane e prefeito Flá, dormiu quarta-feira em Jales e foi tratada, através de decreto, como hóspede oficial do município
BEM-VINDA – Quase ninguém soube, mas a primeira-dama do Estado, Lu Alckmin, pernoitou em Jales na última quarta-feira, dia 18 de outubro, no Grandes Lagos Park Hotel, de Durvalino Gouveia e Maria. Ela tinha passado o dia inaugurando padarias artesanais, uma das prioridades do Fundo Estadual de Solidariedade, em Buritama e Monções e, na quinta-feira, de manhã, cumpriria agenda em Três Fronteiras. Por esta razão, a esposa do governador Geraldo Alckmin optou pelo pit stop em Jales, acompanhada de toda sua comitiva composta por oito seguranças e mais seis assessoras no Fundo Estadual.

TAPETE VERMELHO – Lu Alckmin recebeu do prefeito Flávio Prandi Franco o decreto considerando-a  hóspede oficial do município. Acompanharam-no nas boas vindas à primeira-dama do Estado, Glauciane Franco, esposa de Flá, o vice-prefeito José Devanir Rodrigues, o Garça, e a esposa Ana Maria, as secretárias municipais Lurdinha Marcondes Rezende (Educação) e Maria Aparecida Moreira Martins (Saúde), ambas parceiras do Fundo Municipal de Solidariedade.

O AVESSO DO AVESSO- Enquanto a mulher mais importante do Estado de São Paulo deu show de simpatia, inclusive participando de jantar servido na sala de reuniões do hotel, especialmente preparada para recebê-la, o mesmo não se pode dizer da dupla Christian e Ralph, que participou de jantar-show promovido pela Santa Casa de Jales, sexta-feira, dia 20 de outubro. A coluna foi informada por fontes que merecem crédito que os dois cantores fizeram questão de se hospedar em hotel de Votuporanga.

SALTO ALTO- Esta não foi a primeira vez que Christian e Ralph esnobaram a rede hoteleira de Jales. Consta que, em junho, quando vieram cantar na Expô de Urânia, eles também pularam Jales e preferiram se hospedar em Fernandópolis.

PÉ NO CHÃO – Uma das grandes qualidades da deputada estadual Analice Fernandes (PSDB), prata da casa e mais votada em Jales nas quatro últimas eleições, é sua quase inesgotável capacidade física de fazer campanhas tipo “pé no chão”. Os assessores que tentam acompanhá-la nessas oportunidades chegam ao fim do dia caindo aos pedaços, ao contrário de Analice, que aparenta sempre ter acabado de acordar.

ANDAR DE CIMA – Pois bem, embora tenha facilidade em chegar ao povão, a deputada, atual 1ª vice-presidente da Assembléia Legislativa, também sabe lidar com intelectuais. No dia 10 de outubro, por exemplo, ela recebeu em seu gabinete o cientista político Luiz Felipe D´Ávila,autor de 21 livros, formado em Ciências Políticas pela Universidade Americana em Paris e mestre em administração pública pela Harvard Kennedy School, dos Estados Unidos, além de presidente do CLP (Centro de Liderança Política). A conversa foi produtiva, segundo Analice. A deputada disse em sua página no  Facebook ter sido apresentada ao cientista político pelo colega de partido César Gontijo, que faz parte da Comissão Executiva Estadual do PSDB. 

OUVIDORIA – Conforme comentou este jornal  (J.J.-Editorial-08/10/17), o presidente da Câmaa Vagner Selis criou, através da Resolução nº 06/17, a Ouvidoria do Legislativo para, entre outras atribuições,” receber, analisar, responder e, se for o caso, encaminhar aos órgãos competentes as manifestações da sociedade que lhe forem dirigidas”.

CANAL ABERTO- Ainda de acordo com os termos da Resolução assinada pelo presidente Pintinho, a Ouvidoria pretende ser  um órgao de interlocução entre a Câmara Municipal e a sociedade, constituindo-se em um canal aberto para o recebimento de solicitações, pedidos de informações, reclamações, sugestões, denúncias e qualquer outro encaminhamento da sociedade, desde que relaciondos à Câmara Municipal.

OUVIDOR- Embora quase todos os funcionários do Legislativo sejam, de carreira, o presidente da Câmara houve por bem designar para pilotar o novo órgão de controle um servidor comissionado —Léo Huber. A coluna apurou que a escolha se deveu ao currículo de Léo e ao fato de que, na condição de Assessor Parlamentar, tem contato diário com os 10 vereadores, que são filiados a diversos partidos, portanto conferindo-lhe a necessária neutralidade.

KNOW-HOW- Também pesou a favor de Léo sua experiência administrativa, tendo sido secretário municipal no governo do saudoso prefeito Rato, do PMN (Administração) e do prefeito Humberto Parini, do PT (Chefia de Gabinete, acumulada durante um período com a Educação).Antes de se mudar para Jales, ele, que é gaucho,  teve intensa militância sindical. Nos impedimentos de Léo, foi escolhida como Ouvidora Substituta a servidora de carreira  Cristiane Stenico,  que atua na  Secretaria da Câmara, ao lado de Fábio Galan.