sexta 05 junho 2020
Cidade

AUXILIO EMERGENCIAL: Apoio nas filas da Caixa não para. Agora, o desafio da 2ª parcela

Por Luiz Ramires

Conforme havia anunciado, a Praça da Catedral ficou totalmente tomada, do lado da Rua 12, por cadeiras colocadas sob as árvores, para ajudar as centenas de pessoas que aguardavam na fila para receber a primeira parcela dos R$ 600,00 do auxílio emergencial na agência da Caixa Econômica Federal.

A movimentação na segunda-feira, dia 4 de maio foi grande até a tarde, com os pretendentes aos recursos sendo chamados por senhas, por um funcionário da agência, procurando melhor coordenação da longa espera. Nos outros dias a movimentação também começou grande, como na terça-feira, mas diminuindo muito logo de manhã e por volta das 11 horas, poucas pessoas ainda permaneciam aguardando para serem chamadas.

A CAMPANHA 

A ideia de disponibilizar cadeiras naquela área, do padre Valdair Rodrigues, vigário da Catedral, logo teve o apoio da Prefeitura, fazendo sinalização na rua, Ministério Público Federal, Sabesp no fornecimento de água e do grupo Mãos do Bem que forneceram as máscaras de proteção, além da distribuição de lanches com a participação de mais de 20 voluntários da Paróquia da Catedral que também estiveram nas filas das agências lotéricas. As polícias Militar e Civil também se prontificaram em colaborar, caso fosse necessário.

Pela manhã, na segunda-feira, antes da colocação das cadeiras, a fila já seguia pela Rua 12, dobrando pela 11 e pela 10, até perto da Avenida Francisco Jalles, com muitas pessoas desrespeitando as medidas básicas de segurança, como o distanciamento entre as mesmas e sem o uso de máscaras de proteção.

Mesmo com a redução das filas, a distribuição de senhas e reforço das atividades da Caixa, o trabalho voluntário deve continuar nos próximos dias, pois para amanhã, dia 11 de maio, está prevista a divulgação do calendário para o pagamento da segunda parcela do benefício, o que deve aumentar o movimento.

Desenvolvido por Enzo Nagata