jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Atuação dos jovens da diocese se intensificam

Por Assessoria de Comunicação
14 de junho de 2019
Jovens da Pastoral da Juventude terminam hoje mais uma missão

Começa amanhã, dia 15, e termina neste domingo, dia 16, a 10ª Edição da Missão Jovem Diocesana, que reúne centenas de jovens de diversas paróquias e comunidades para realizar visitas missionárias às famílias da comunidade de Nova Canãa Paulista.

Junto com o evento promovido pelo Setor Jovem da Diocese, acontece a Jornada Diocesana da Juventude, com a participação do Missionário Diocesano Igor Sant’Ana, com a Noite Renova Minhas Forças.

A Missão Jovem Diocesana é um evento da Pastoral Juvenil da Igreja Católica, que mobiliza os jovens a evangelizarem sem medo. A Igreja no Brasil estimula as Dioceses a promoverem a vida da juventude, conduzindo os jovens a uma real experiência de fé e estimulando eles a irem ao encontro do outro, como pede o Papa Francisco para ser uma Igreja em saída.

A novidade desta edição é as visitas noturnas, e o Oratório no domingo. O Oratório é uma pratica dos Salesianos, da Ordem de Dom Bosco, onde os jovens se colocarão a serviço da comunidade, com diversas oficinas, com espaços para as crianças, artesanato, saúde, etc.

Como gesto concreto para participar da missão, os jovens doarão um quilo de alimento que será revertido para as famílias carentes da comunidade

Os jovens missionários que participam dos dois dias de missão pernoitam nas casas de famílias que acolhem cada um com carinho. Uma forma também de evangelização e de partilha de experiências.

Segundo o Jovem Lukas Marques, de Pereira Barreto, a Missão Jovem também exige dedicação e por vezes ultrapassar os próprios desafios. “Em nenhum momento me arrependo, pois sei que vai ser um momento de espiritualidade, e também de levar a alegria, a fé, e o mais importante, a Palavra de Deus. Para nós jovens, sair do conforto do lar, do colo dos pais, para viver uma missão que você nem imagina como vai ser, aonde vai dormir, o que vai comer, com quem vai trabalhar é muito desafiador, mas gratificante. Quando o missionário jovem chega ao lugar onde será realizada a missão, ele é acolhido como se fosse um filho, um fruto da terra. Essa experiência é muito boa e gratificante, ser recebido com amor e carinho, como se você já fosse da família ou um amigo de longa data não tem explicação”.


Crédito foto: Bruno Gabaldi