jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

AS facilidades com que as crianças lidam com as novas tecnologias e principalmente com a manipulação do celular com seus recursos, redes sociais e aplicativos avançam para um envolvimento cada vez maior nesse mundo virtual, em todas as esferas.

Contexto
27 de janeiro de 2019
AS
facilidades com que as crianças lidam com as novas tecnologias e principalmente com a manipulação do celular com seus recursos, redes sociais e aplicativos avançam para um envolvimento cada vez maior nesse mundo virtual, em todas as esferas.

MAS
isso não começou agora e quem já cresceu também tem muitas facilidades para entender e se virar nesse novo mundo que não é tão novo assim, embora cada dia surjam novidades que aos poucos vão se integrando ao que já existia, enquanto outros serviços muitas vezes acabem deixando de ser utilizados em função das facilidades apresentadas pelos novos dispositivos.

ASSIM,
quem era criança e hoje já é um adolescente ou um jovem buscando se integrar no mundo real para a vida em comunidade não virtual acaba usando esses recursos tecnológicos para sua preparação social e profissional, usufruindo de um sistema cada vez mais integrado entre um universo e outro.

EXEMPLO
dessa comodidade está no ensino à distância que não é novo mas cresce a cada dia, oferecendo oportunidades de acesso nas mais diversas áreas da educação e em todos os tipos de ensino, em universidades e escolas técnicas, com centenas de cursos.

ESSA
tendência cada vez maior nessa modalidade de ensino está chegando ao CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola que existe há 54 anos ) dedicado à capacitação profissional de estudantes, através de seus programas, como ocorre, por exemplo, em várias prefeituras, inclusive na de Jales.

A VERSÃO
internet do CIEE tem nome: CIEE Saber Virtual que pretende atender 20 mil jovens por mês com essa nova plataforma, oferecendo cursos online que podem ser acessados de qualquer dispositivo móvel, com direito a certificado de conclusão.

É MAIS
uma alternativa para os jovens se prepararem melhor para atender as necessidades de capacitação que passam a ser cada vez mais exigidas pelas empresas, mesmo para atividades a serem desempenhadas em nível de estágio. (Luiz Ramires)