jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Aprovada criação da Escola de Música e Orquestra Sinfônica

O projeto, proposto pelo Poder Executivo, estabelece que serão oferecidos cursos de instrumentos musicais e prática oral para jovens e adultos, moradores de Jales, frequentadores da rede pública e particular de ensino e da Escola Municipal de Música.
20 de maio de 2018
A orquestra sinfônica e a escola de música agora estão oficializadas
A criação da Escola de Música no Centro de Educação Musical Avenir Fernandes junto com a Orquestra Sinfônica de Jales foi aprovada pelos vereadores na última sessão ordinária da Câmara, no dia 14 de maio, segunda-feira, quando também foi aprovado o regimento interno que vai reger as duas instituições.
O projeto, proposto pelo Poder Executivo, estabelece que serão oferecidos cursos de instrumentos musicais e prática oral para jovens e adultos, moradores de Jales, frequentadores da rede pública e particular de ensino e da Escola Municipal de Música. 
A orquestra será composta por 62 membros e fará apresentações em datas cívicas, festivas e festivais musicais municipais, estaduais ou nacionais. Os alunos e músicos inscritos na Escola de Música passarão por um processo seletivo para análise do potencial musical e receberão bolsa de estudos.
“A Orquestra de Jales funcionava como uma associação, agora vai ser vinculada ao município para facilitar pagamento dos músicos, repasses e toda atenção que a Orquestra necessita. É uma forma de agradecer pelo trabalho que a Orquestra faz no nosso município, levando o nome da nossa cidade para várias cidades do estado. Além disso, música e esporte são formas de transformação de vida. É uma pena que os setores públicos deem tão pouca atenção ao esporte e cultura no nosso país”, falou Tiago Abra (PP). 
O vereador Luiz Henrique Viotto – Macetão (PP) também comentou sobre o PL: “O projeto traz benefícios indiscutíveis para essas pessoas que fazem esse trabalho com amor, com carinho, que representam a nossa cidade. Com essa lei, o município está legalizando o auxílio para esses músicos, de uma de forma clara e objetiva. Tenho certeza de que isso vai trazer bons frutos para a nossa cidade”.
O projeto de lei foi aprovado por unanimidade e encaminhado para sanção do prefeito.