jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Analice destaca o reconhecimento ao trabalho da Santa Casa

por Luiz Ramires
19 de novembro de 2017
A deputada Analice entrega ao provedor Júnior Ferreira documento confirmando a liberação de R$240 mil para a Santa Casa
A deputada estadual Analice Fernandes (PSDB) esteve em Jales no último dia 17 de novembro, sexta-feira, para conhecer os novos prédios de três unidades de saúde do município e para uma visita à Santa Casa, onde confirmou a liberação de R$ 240 mil, da Secretaria de Saúde, para custeio, de uma emenda parlamentar de sua autoria. 
A Santa Casa de Jales, segundo a deputada, precisa desse apoio, pois vem desenvolvendo um bom trabalho, reconhecido até naquela secretaria, pelo seu equilíbrio financeiro, remodelação e ampliação dos seus serviços.
O provedor da Santa Casa, Júnior Ferreira, agradeceu a contribuição da deputada lembrando que o trabalho desenvolvido nos últimos anos também vem merecendo o apoio da comunidade de Jales e da região, quando o hospital comemora 59 anos.
A deputada também destacou outras conquistas para o município que tiveram seu apoio, como para a construção da sede da Orquestra Sinfônica e para o Ganha Tempo, que deverá ser inaugurado no início do ano, reunindo vários serviços em um único lugar.
O prefeito Flávio Prandi Franco agradeceu o apoio da deputada não só na área da saúde, mas em vários segmentos, como para essas duas conquistas importantes, em uma verdadeira parceria com a cidade, buscando melhorias em favor da população.

APERTO
A deputada reconheceu que o Estado vive um momento de aperto financeiro, mas disse que isso é necessário para que haja liberação de alguns recursos, como para vários municípios, inclusive da região, através da Agência Desenvolve São Paulo, para compra de veículos.
Em suas entrevistas e no seu pronunciamento na Santa Casa a deputada fez questão de destacar a importância do trabalho desenvolvido em nível estadual e nacional, de combate à violência contra a mulher. Um desses trabalhos que contou com seu apoio foi para aprovação da lei 14.545 quando ela esteve durante 10 dias na presidência da Assembleia Legislativa. O projeto aprovado que leva o agressor para rede pública de saúde, com tratamento psicológico e outras medidas sócio-educativas e preventivas teve como referência outro projeto que surgiu em Taboão da Serra, onde ela mora.