quarta 14 abril 2021
Polícia

ALERTA À POPULAÇÃO – III: Fraudes bancárias contra idosos tiveram aumento durante a pandemia

Fraudes bancárias, assunto do momento, é o destaque da terceira matéria da série de alerta à população da Delegacia Seccional da Polícia Civil de Jales.

De acordo com dados levantados pela FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos), com a pandemia da Covid-19 esse tipo de crime teve aumento de 80% nas tentativas de ataques de phishing (e-mails que carregam vírus ou links e que direcionam o usuário a sites falsos), 65% no golpe do falso motoboy, 70% do falso funcionário e mais 60% em tentativas de golpes financeiros contra idosos, público-alvo dos criminosos.

FALSO FUNCIONÁRIO

O estelionatário finge ser funcionário da instituição financeira e diz estar com problemas no cadastro ou irregularidades na conta. A vítima fornece informações sobre sua conta, e com isso o bandido realiza transações fraudulentas.

FALSO MOTOBOY

Integrantes da quadrilha ligam para a vítima e dizem pertencerem à Central de Relacionamento do banco. Afirmam que houve problemas com o cartão da vítima e pedem que ela digite sua senha numérica no teclado do telefone. Na sequência, dizem que enviaram um motoboy na casa da vítima para pegar o cartão. Em posse do cartão e a senha, realizam operações espúrias.

PHISHING

O criminoso envia links, e-mails e SMS para a vítima com mensagens que, na maioria das vezes, exploram as emoções (curiosidade, oportunidade única, medo, etc), fazendo com que ela clique nos links e anexos que subtraem dados pessoais ou induzem a realizar cadastros ou fornecer informações.

COMO EVITAR

a) Evite usar computadores públicos e redes abertas de wi-fi para acessar conta bancária ou fazer compras online.

b) NUNCA abra e-mails de origem ou de procedência duvidosa.

c) Não execute programas, abra arquivos ou clique em links que estejam anexados ou no corpo desses e-mails.

d) Delete esses e-mails e, caso tenha clicado em alguma parte deste e-mail e executado um programa, comunique imediatamente ao seu banco o ocorrido e altere todas as suas senhas de acesso à sua conta bancária em outro computador confiável, ou no mesmo, após uma verificação completa de infecção de vírus por um técnico confiável;

e) NUNCA utilize seu cartão para fazer compras em sites desconhecidos.

SE FOI VÍTIMAO QUE FAZER?

a) Entre em contato com o banco e tente bloquear o valor.

b) Tire cópia do comprovante de pagamento e demais documentos correlatos.

c) Em posse de todas essas informações, procure a Delegacia de Polícia mais próxima de sua casa ou registre um Boletim de Ocorrência Eletrônico através do site da Delegacia Eletrônica https://www.delegaciaeletronica.policiacivil.sp.gov.br/ssp-de-cidadao/ home na opção OUTROS CRIMES.


Desenvolvido por Enzo Nagata