jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

Acabaram-se as eleições

Cabras cuidando da horta
25 de novembro de 2014

Acabaram-se as eleições. Ouvimos e vimos mentiras e verdades. Muito mais mentiras. Um aspecto curioso é o fato de os publicitários baterem na tecla de mudanças. O povo quer mudanças e os marqueteiros usaram isto para Dilma e Aécio. Com estes está óbvio que poderemos ter apenas ajustes, mas mudanças nunca.
Como ter mudanças se os dois partidos, PSDB e PT, são praticamente a mesma coisa. Dois partidos capitalistas com pequenas diferenças. Um com o capitalismo que se preocupa com o social, o outro um que pouco visa, ou pouco se liga para o social.
 Vejo como mudanças uma visão de novas diretrizes de governo e isso somente ocorreria com um governo de partidos de esquerda como PSTU, PSOL, PC do B e talvez mais um. Se o candidato do PSB não vem a falecer teríamos quem sabe alguma mudança. Quem sabe, não punha muita fé devido suas alianças. Uma outra mudança está na campanha de uma minoria perigosa que quer a volta dos militares ao poder. É uma minoria perigosa porque sabe enganar o povo e quando visam um fim não se preocupam com os meios. Vale tudo. São os jovens nazifascistas ou direita radical.
Não interessa aos neoliberais dessa direita radical a reforma politica, aceitam se for feita somente pelos partidos políticos, ou seja, cabras cuidando da horta. Esta reforma terá valor moral e ético se for feita por constituintes eleitos para esse exclusivo fim. Também não interessa o fim dos financiamentos de campanha pelas empresas, isto para eles é muito perigoso, irão perder o poder sobre os congressistas, perderão a base da grande corrupção. Por trás dos neoliberais estão portanto, grandes empresas, bancos, bancadas corporativas, multinacionais e a nossa mídia como redes de TV e jornais das grandes capitais. Não duvidem, podem ter certeza, apoiados por CIA, FBI com apoio do governo dos gringos, como já ocorreu quando tivemos o triste período de 64 a 85. Os gringos não admitem governos rebeldes em seu quintal, todos têm que ser submissos.
Já tivemos manifestações por derrubada da presidente, parece absurdo, mas estão respaldados pelos grupos acima mencionados.

 David Patrício de Almeida Santos
(professor aposentado)