jornaljales@gmail.com
17 3632-1330

Abordagem fisioterapêutica na doença de Alzheimer no idoso

A evolução dos sintomas da Doença de Alzheimer pode ser dividida em três fases...
21 de abril de 2019
O Alzheimer é uma doença neuro-degenerativa que provoca o declínio das funções cognitivas, onde as células cerebrais degeneram e morrem, causando um declínio constante na memória e na função mental reduzindo as incapacidades de trabalho e relação social e interferindo no comportamento e na personalidade da pessoa. De início, o paciente começa a perder sua memória mais recente. Com a evolução do quadro, o Alzheimer causa grande impacto no cotidiano da pessoa e afeta a capacidade de aprendizado, atenção, orientação, compreensão e linguagem. A pessoa fica cada vez mais dependente da ajuda dos outros, desde suas rotinas básicas até sua higiene pessoal.
A evolução dos sintomas da Doença de Alzheimer pode ser dividida em três fases: Estágio inicial: O estágio inicial raramente é percebido. Como o começo da doença é gradual, é difícil ter certeza exatamente de quando a doença começa. A pessoa pode: Ter perda significativa de memória – particularmente das coisas que acabam de acontecer; Não saber a hora ou o dia da semana; Estágio intermediário: Como a doença progride, a pessoa com Alzheimer tem dificuldade com a vida no dia a dia podendo apresentar: Ajuda para a higiene pessoal; Dificuldade na fala; Pode ter alucinações. Estágio avançado: O estágio avançado é o mais próximo da total dependência e da inatividade. A pessoa pode: Ter dificuldades para comer; Ficar incapacitada(o) para comunicar-se; Não reconhecer parentes, amigos e objetos familiares; Ficar em uma cadeira de rodas ou cama.
Atuam nesta patologia uma equipe multidisciplinar, dentre elas a fisioterapia, podendo atuar no início ao fim da doença buscando manter e/ou melhorar as  disfunções cinéticos funcionais com o objetivo principal manter a independência do paciente para as atividades de vida diária.
O fisioterapeuta atuará de acordo com os sinais, sintomas e limitações apresentadas pelo paciente, é necessário uma avaliação individualizada observando as disfunções encontradas em cada fase. De maneira geral o fisioterapeuta tem como objetivo a prevenção, manutenção, reabilitação da amplitude de movimento (ADM), força muscular, desvios posturais, capacidade respiratória, equilíbrio, coordenação e cognição.
A Fundação Educacional de Fernandópolis – FEF disponibiliza atendimentos no setor de Neurologia Funcional nas Clínicas Integradas de Fernandópolis, juntamente com o apoio de professores capacitados que supervisionan os alunos/estagiários nos atendimentos.
Professores Responsáveis: Graziela Amato de Freitas; Rosana de Fátima Garbim.

----------------------------------------------------------------------------------
Alunos: Juliane Ortolan da Costa Grangel; Jessica Ellen Martins; Kauany Teixeira de Souza Guimarães; Lilian Eduarda Oliveira Trindade; Milena Monteiro de Souza; Pamela Raiane Mastelari Parras.
Curso: Fisioterapia - 9º semestre