contato@jornaldejales.com.br
17 3632-1330

A vingança do pênis pequeno

Por Fábio Fiorani
19 de janeiro de 2020
Fábio Fiorani
Segundo pesquisa publicada no jornal londrino Evening Standart, o pênis dos homossexuais é mais grosso e mais comprido que o pênis dos heterossexuais. Seja em estado de descanso ou ereto. O motivo seria a testosterona da puberdade, que se inicia mais cedo nos homossexuais. Essa é a nossa vingança. Vai acabar aquele exibicionismo horroroso das saunas e vestiários masculinos. Háháhá. Quero ver quem vai ter coragem de contar vantagem nas rodas de amigos. Háháhá. Tem 15 cm ou mais? Então tu és gay! Háháhá. 
O Conselho Municipal de Saúde divulgou nota de repúdio contra a Câmara de Vereadores aqui de Jales. 90% da população nem sabe o que é uma “nota de repúdio”, mas pela reação do vereador Tiquinho, deve ser algo terrível. Háháhá. Encontrei o Tiquinho na Padaria Duçula dia desses e o homem estava uma fera. Nunca vi o nobre edil vociferar daquela maneira. Háháhá. 
E a Austrália está em chamas. E segundo reportagem da Folha de São Paulo, reproduzida no Jornal Nacional da rede Globo, o fogo teria se iniciado pela queda de um balão que teria sido solto por vizinhos de condomínio do presidente Bolsonaro. Háháhá. 
O Diretório do PT em Manaus, no Amazonas, teve a energia cortada duas vezes esse ano. Uma por falta de pagamento e outra por que, numa vistoria, constatou-se que o diretório se encontrava auto- religado. Também conhecido como “gato”. Háháhá. A teta secou mesmo. O PT fazendo “gato” para manter um diretório. Háháhá. 
“Sabe o Papa? ”. “Que Papa? ”. “Aquele que dá um tapa. ” Nossa! Que piadinha débil mental. Háháhá. 
Já reparou que todo malandro que é preso por roubo alega que estava roubando para comprar drogas, e que é viciado, doente, vítima da desigualdade do país? Por que será que eles não roubam a droga diretamente do traficante? Háháhá. Por que não dá tempo para a chegada daquela turma de pilantras de ONGs e afins e seu velho discurso de esquerda:  “ o Brasil prende demais”, “a causa da criminalidade é a pobreza”, “precisamos de penas alternativas”. 
Fé demais ou fé de pouco? Em Mateus, capitulo 14, versículos 22 a 33, há referência a um feito de Jesus que teria caminhado sobre as águas. O pastor evangélico Franck Kabele, do Gabão, quis mostrar aos seus fiéis que tinha fé suficiente para repetir o feito de Jesus. Ele e alguns fiéis entraram em um barco e navegaram por cerca de 20 minutos mar adentro. O pastor afundou e nunca mais voltou. 
Depois dessa, tchau! 

Fábio Fiorani
(é coordenador pedagógico do CCAA de Jales)