jornaldejales@melfinet.com.br
17 3632-1330

A TENDÊNCIA constatada pelo Jornal de Jales e divulgada na edição do dia 24 de dezembro, sobre o movimento das vendas alguns dias antes do natal, se confirmou, reanimando boa parte do comércio que previa um período conturbado pelo arrastamento da crise.

Contexto
08 de janeiro de 2018
A TENDÊNCIA
constatada pelo Jornal de Jales e divulgada  na edição do dia 24 de dezembro, sobre o movimento das vendas alguns dias antes do natal, se confirmou,  reanimando boa parte do comércio que previa um período conturbado pelo arrastamento da crise.

MAIS QUE ISSO,
esse movimento continuou animando os lojistas, mesmo depois das festas de fim de ano, com as vendas em muitos segmentos superando o que se esperava para o pós-natal quando as promoções passam a ser a única alternativa para não parar de vez.

NÃO DEIXA
de ser uma grata surpresa, como constatou o presidente da Associação Comercial e Industrial de Jales, Carlos Roberto Altimari, que ouviu dos empresários muitos comentários positivos, na contramão do que se poderia esperar para esse período. 

O FATO
de que muitos consumidores devem ter aguardado para decidir suas compras na expectativa de um desfecho melhor da economia deve ter pesado nesse aquecimento, como também avalia o presidente da ACIJ, mas mais do que isso, esse saldo positivo mostra também que o comércio de Jales, sendo regional, tem condições de atravessar turbulências, superando as crises, antes mesmo de outras cidades bem maiores. 

É CLARO
que as promoções vão continuar, como acontecem todo início de ano, para satisfação de muitos consumidores que esperam para fazer suas compras aproveitando os descontos oferecidos nesse período de renovação de estoques, quando as lojas precisam fechar seus balanços no azul.

POR TUDO ISSO,
a se manter essa tendência nas vendas, dá para se alimentar boas perspectivas para 2018, mesmo porque a economia do país começa a dar sinais de recuperação que devem se manter ao longo do ano que começa, segundo as previsões dos analistas econômicos.

APROVEITAR
essa oportunidade de reativar seus negócios pode ser decisivo entre os empresários que buscam oportunidades para crescer, mesmo diante das dificuldades, pois ao que tudo indica, cedo ou tarde o retorno à normalidade vai acontecer, como sempre acontece depois dos períodos de recessão. (LR)