Contexto

A SITUAÇÃO cada vez mais pede cautela. O avanço da Covid-19 está se tornando preocupante em relação ao número de internações e o pior, número de óbitos registrados.

A SITUAÇÃO

cada vez mais pede cautela. O avanço da Covid-19 está se tornando preocupante em relação ao número de internações e o pior, número de óbitos registrados. Só em Jales durante a última semana (dia 20 a 26 de março) foram contabilizadas 14 mortes por coronavírus. Em nível de Brasil, recorde na terça-feira (23): 3.158 mil mortes em 24 horas.

OS LEITOS

de enfermaria e UTI da ala Covid da Santa Casa de Misericórdia de Jales permaneceram na faixa de 100% na ocupação, ou seja, não existe vaga disponível para possível internação. A UPA está auxiliando no acolhimento dos contaminados, porém, a demanda é grande.

COM A INTENÇÃO

de proteger os pacientes que estão em tratamento no combate ao câncer, o Hospital de Amor – Unidade de Jales informou no início da última semana que foi formalizado um plano de ação emergencial reduzindo em um terço o volume de cirurgias realizadas na instituição, visando diminuir a quantidade de pacientes na enfermaria e UTI.

ALÉM DISSO,

a unidade vai atender apenas presencialmente pacientes de primeira consulta, emergências e pós operatórios. Os retornos serão reagendados e, em outros casos, o médico fará consultas via telemedicina.

DE ACORDO

com a gerente administrativa, Camila Venturini, as medidas tomadas devem durar quatro semanas e serão reavaliadas periodicamente na tentativa de diminuição de fluxo de pacienters dentro e entorno do hospital, já que são atendidas pessoas da DRS XV (Rio Preto) e de outros estados.

EM ALERTA,

o médico e diretor clínico da unidade, André Luis Silveira, explicou que essa decisão precisou ser tomada como forma de cuidado e prevenção com os colaboradores e os pacientes que são imunossuprimidos (indivíduo que, por ação de medicamento quimioterápico tem redução do sistema imunológico), ou seja, qualquer contato com o vírus pode ser fatal.

A ASSESSORIA

de imprensa disponibiliza o telefone (17) 3624-3900 e o endereço de e-mail ouvidoria@hcancerjales.com.br para os pacientes e familiares caso tenham dúvidas sobre o plano de ação emergencial do HA. (Bruno Gabaldi)